Preventic

Portugal - português - DGAV (Direção Geral de Alimentação e Veterinária)

Compre agora

Ingredientes ativos:
Amitraz
Disponível em:
Virbac Portugal Laboratórios, Lda
Código ATC:
QP53AD01
DCI (Denominação Comum Internacional):
Amitraz
Forma farmacêutica:
Coleira medicamentosa
Via de administração:
Via tópica
Tipo de prescrição:
MNSRMV - Medicamento Não Sujeito a Receita Médico-Veterinária
Grupo terapêutico:
Caninos
Área terapêutica:
Amitraz
Resumo do produto:
Intervalo de Segurança: não aplicável -; ; Coleira(s) - 1 unidade(s) 472/01/12NFVPT Autorizado Sim
Número de autorização:
472/01/12NFVPT

Leia o documento completo

Direção Geral de Alimentação e Veterinária - DSMPUV

Verificado a 24 de Abril de 2012

Página 2 de 13

1.

NOME DO MEDICAMENTO VETERINÁRIO

PREVENTIC. Coleira antiparasitária para cães.

2.

COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA

Para 1 coleira de 28 g :

Substância activa:

Amitraz ................................... 2,475 g

Excipientes:

Para a lista completa de excipientes, ver secção 6.1.

3.

FORMA FARMACÊUTICA

Coleira

4.

INFORMAÇÕES CLÍNICAS

4.1

Espécie(s)-alvo

Cães

4.2

Indicações de utilização, especificando as espécies-alvo

Prevenção e tratamento das ectoparasitoses produzidas pelas carraças do género Rhipicephalus,

Dermacentor e Amblyomma e ácaros no cão.

4.3

Contra-indicações

Não administrar a cachorros com menos de 8 semanas de idade.

Não administrar a cães com lesões cutâneas significativas.

Não administrar em caso de hipersensibilidade à substância activa ou a qualquer um dos excipientes.

Não administrar a gatos.

4.4

Advertências especiais para cada espécie-alvo

Não aplicável.

4.5

Precauções especiais de utilização

Precauções especiais para utilização em animais

Em caso de lesões cutâneas remover a coleira até os sintomas ficarem resolvidos.Cortar qualqer

excesso de comprimento da coleira.

Apenas abrir a bolsa protetora da coleira no momento da utilização.

Precauções especiais a adoptar pela pessoa que administra o medicamento aos animais

Não utilizar em gatos.

Depois de manipular a coleira, lavar as mãos com água fria e sabão.

Direção Geral de Alimentação e Veterinária - DSMPUV

Verificado a 24 de Abril de 2012

Página 3 de 13

Não comer, beber ou fumar durante a aplicação da coleira.

Não administrar o medicamento veterinário em caso de alergia à substância activa.

Evitar que as crianças, em especial com menos de 2 anos, toquem, brinquem com a coleira ou

coloquem-na na boca.

Devem ser tomadas precauções e não permitir que as crianças tenham contacto prolongado, por

exemplo dormir com o animal de estimação que usa coleira.

Mantenha a saqueta com a coleira dentro da embalagem até utilizar.

Não guardar junto de alimentos e bebidas, incluindo os dos animais.

Outras precauções

O contacto ocasional com a água não reduz a eficácia da coleira, mas esta deve ser removida antes do

cão nadar e quando se dá banho porque a substância activa é prejudicial para os peixes e outros

organismos aquáticos. Os cães devem ser impedidos de nadar nos primeiros cinco dias de utilização da

coleira

Para um óptimo controlo das pulgas, o medicamento veterinário deve ser utilizado como parte

integrante de um programa de controlo destinado a reduzir a população de parasitas no ambiente do

cão. O cesto do cão, cama e zonas de descanso, tais como carpetes e sofás, devem ser tratados com um

insecticida adequado e devem se aspirados regularmente.

4.6

Reacções adversas (frequência e gravidade)

Em situações muito raras pode ocorrer ligeira irritação com prurido, eczema e alopécia. Nestes casos

recomenda-se retirara a coleira até que os síntomas desapareçam.

4.7

Utilização durante a gestação, a lactação

Não administrar o medicamento veterinário na gestação e lactação (como RCMV espanhol)

4.8

Interacções medicamentosas e outras formas de interacção

Desconhecidas.

4.9

Posologia e via de administração

Uso cutâneo. Uma coleira por animal colocada à volta do pescoço.

Uma coleira por animal.

Abrir a bolsa de protecção e colocar o medicamento veterinário à volta do pescoço do cão, cortando a

porção excedente, que deverá ser destruída de forma segura para o meio ambiente. A coleira, se usada

continuamente, permanece activa durante os 4 meses seguintes à sua colocação.

4.10

Sobredosagem (sintomas, procedimentos de emergência, antídotos), (se necessário)

Em caso de acidente, contactar o Centro de Informação Antivenenos

C.I.A.V.) - Tel.: 808 250 143.

4.11

Intervalo(s) de segurança

Não aplicável.

Direção Geral de Alimentação e Veterinária - DSMPUV

Verificado a 24 de Abril de 2012

Página 4 de 13

5.

PROPRIEDADES FARMACOLÓGICAS

Grupo farmacoterapêutico : Coleira antiparasitária

Código ATCvet : QP53AD01

5.1

Propriedades farmacodinâmicas

medicamento

veterinário,

coleira

antiparasitária

contendo

Amitraz,

apresenta

excelente

actividade contra carraças do género Rhipicephalus, Dermacentor e Amblyomma e ácaros que, além de

extremamente repulsivos, podem provocar infecções locais e transmitir doenças graves, como a

Piroplasmose.

5.2

Propriedades farmacocinéticas

O medicamento veterinário liberta lenta e progressivamente o Amitraz, o qual se difunde por todo o

corpo do animal, impedindo a fixação das carraças, e provocando um rápido desprendimento das que

se encontram já fixadas.

6.

INFORMAÇÕES FARMACÊUTICAS

6.1

Lista de excipientes

- Adipato de di (etilo – 2 hexilo)

- Oleo de soja epoxidado

- Estereato de cálcio

- Carbonato de cálcio

- Genitron OB®

- Flash bege 40232

- Essência de Menta pulegium

- Essência de Eucalipto

- Poli cloreto de vinilo

6.2

Incompatibilidades

Desconhecidas.

6.3

Prazo de validade

Prazo de validade do medicamento veterinário tal como embalado para venda: 2 anos.

6.4

Precauções especiais de conservação

Conservar em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz.

6.5

Natureza e composição do acondicionamento primário

Coleira acondicionada numa saqueta de "alufilm".

6.6

Precauções especiais para a eliminação de medicamentos veterinários não utilizados ou

de desperdícios derivados da utilização desses medicamentos

Direção Geral de Alimentação e Veterinária - DSMPUV

Verificado a 24 de Abril de 2012

Página 5 de 13

A eliminação do medicamento veterinário e dos seus desperdícios, deve acautelar a contaminação de

cursos e de outras fontes de água. Perigoso para peixes. Eliminar de acordo com a legislação em vigor.

7.

TITULAR DA AUTORIZAÇÃO DE INTRODUÇÃO NO MERCADO

VIRBAC - 1ère avenue - 2065 - L.I.D.- 06516 Carros - França

Tel. : 00 (33) 04 92 08 71 00

Fax : 00 (33) 04 92 08 77 08

E-mail : dar@virbac.fr

8.

NÚMERO(S) DA AUTORIZAÇÃO DE INTRODUÇÃO NO MERCADO

472/01/12NFVPT

9.

DATA DA PRIMEIRA AUTORIZAÇÃO/RENOVAÇÃO DA AUTORIZAÇÃO

24 de Abril 2012

10.

DATA DA REVISÃO DO TEXTO

Abril de 2012

Produtos Similares

Pesquisar alertas relacionados a este produto

Ver histórico de documentos

Compartilhe esta informação