Depakine Chronosphere 50 mg Granulado de libertação modificada

Portugal - português - INFARMED (Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde)

Compre agora

MMR MMR (MMR)
29-04-2022
Ingredientes ativos:
Ácido valpróico
Disponível em:
Sanofi - Produtos Farmacêuticos, Lda.
Código ATC:
N03AG01
DCI (Denominação Comum Internacional):
Valproic acid
Dosagem:
50 mg
Forma farmacêutica:
Granulado de libertação modificada
Composição:
Valproato de sódio 33.33 mg ; Ácido valpróico 14.51 mg
Via de administração:
Via oral
Unidades em pacote:
Saqueta - 50 unidade(s)
Classe:
2.6 - Antiepilépticos e anticonvulsivantes
Tipo de prescrição:
MSRM Medicamento sujeito a receita médica
Grupo terapêutico:
N/A
Área terapêutica:
valproic acid
Indicações terapêuticas:
Duração do Tratamento: Longa Duração
Resumo do produto:
Saqueta 30 unidade(s) Não Comercializado Número de Registo: 5334388 CNPEM: 50040804 CHNM: 10042510 Grupo Homogéneo: N/A; Saqueta 30 unidade(s) Não Comercializado Número de Registo: 5035811 CNPEM: 50040804 CHNM: 10042510 Grupo Homogéneo: N/A; Saqueta 50 unidade(s) Não Comercializado Número de Registo: 5334487 CNPEM: 50040812 CHNM: 10042510 Grupo Homogéneo: N/A; Saqueta 50 unidade(s) Não Comercializado Número de Registo: 5035829 CNPEM: 50040812 CHNM: 10042510 Grupo Homogéneo: N/A
Status de autorização:
Autorizado
Número de autorização:
03/H/0648/001
Data de autorização:
2005-02-25

Leia o documento completo

APROVADO EM

29-04-2022

INFARMED

Folheto informativo: Informação para o utilizador

Este medicamento está sujeito a monitorização adicional. Isto irá permitir a rápida

identificação de nova informação de segurança. Poderá ajudar, comunicando quaisquer

efeitos indesejáveis que tenha. Para saber como comunicar efeitos indesejáveis, veja o

final da secção 4.

Depakine Chronosphere, 50 mg granulado de libertação modificada

Depakine Chronosphere, 100 mg granulado de libertação modificada

Depakine Chronosphere, 250 mg granulado de libertação modificada

Depakine Chronosphere, 500 mg granulado de libertação modificada

Depakine Chronosphere, 750 mg, granulado de libertação modificada

Depakine Chronosphere, 1000 mg granulado de libertação modificada

Valproato de sódio e ácido valpróico

AVISO

Depakine Chronosphere, Valproato pode prejudicar gravemente o feto quando tomado

durante a gravidez. Se é uma mulher em idade fértil, deve utilizar um método de

controlo de natalidade efectivo (contraceção) sem interrupções durante todo o período

de tratamento com valproato. O seu médico irá discutir isto consigo mas deve também

seguir o conselho da secção 2 deste folheto.

Marque uma consulta urgente com o seu médico se quer ficar grávida ou se pensa que

pode estar grávida.

Não pare de tomar Depakine a não ser que o seu médico lhe diga para o fazer uma vez

que a sua doença pode piorar.

Leia com atenção todo este folheto antes de começar a tomar este medicamento pois

contém informação importante para si.

- Conserve este folheto. Pode ter necessidade de o ler novamente.

- Caso ainda tenha dúvidas, fale com o seu médico ou farmacêutico.

- Este medicamento foi receitado apenas para si. Não deve dá-lo a outros. O

medicamento pode ser-lhes prejudicial mesmo que apresentem os mesmos sinais de

doença.

- Se tiver quaisquer efeitos indesejáveis, incluindo possíveis efeitos indesejáveis não

indicados neste folheto, fale com o seu médico ou farmacêutico. Ver secção 4.

O que contém folheto:

1. O que é Depakine Chronosphere e para que é utilizado

2. O que precisa de saber antes de tomar Depakine Chronosphere

3. Como tomar Depakine Chronosphere

4. Efeitos indesejáveis possíveis

5. Como conservar Depakine Chronosphere

APROVADO EM

29-04-2022

INFARMED

6. Conteúdo da embalagem e outras informações

1. O que é Depakine Chronosphere e para que é utilizado

Depakine Chronosphere pertence a um grupo de medicamentos conhecidos como

anticonvulsivantes ou antiepiléticos, que são utilizados para tratar diferentes tipo de

epilepsia, em adultos e crianças:

- Crises epiléticas generalizadas ou parciais:

- Generalizadas primárias: convulsivas (clónicas, tónicas, tónico-clónicas, mioclónicas)

e não convulsivas ou ausências;

- Parciais: simples ou complexas;

- Parciais secundariamente generalizadas;

- Tratamento das formas mistas e epilepsias generalizadas idiopáticas e/ou sintomáticas

(West e Lennox-Gastaut).

Depakine Chronosphere é um medicamento utilizado no tratamento de mania, situação

em que se pode sentir muito excitado, eufórico, agitado, entusiasta ou hiperativo. A

mania está associada a uma doença designada de “perturbação bipolar”. Depakine pode

ser utilizado quando o lítio não pode ser usado.

2. O que precisa de saber antes de tomar Depakine Chronosphere

Não tome Depakine Chronosphere:

- Se tem alergia ao valproato de sódio e ácido valpróico (a substância ativa de Depakine

Chronosphere) ou a qualquer outro componente deste medicamento (indicados na

secção 6);

- Se tem hepatite ativa ou uma doença ativa do fígado;

- Se tem (ou algum familiar próximo) antecedentes de hepatite grave, especialmente se

for causada por medicamentos;

- Se tem porfiria hepática (uma doença metabólica muito rara);

- Se tem uma doença mitocondrial (exemplo: síndrome de Alpers-Huttenlocher)

causada por um problema genético;

- Se tem patologias metabólicas, por exemplo patologia no ciclo da ureia.

Perturbação bipolar

- Se está grávida, não deve utilizar Depakine Chronosphere para a perturbação bipolar.

- Se é uma mulher que pode engravidar, não deve tomar Depakine Chronosphere, para a

perturbação bipolar, a não ser que utilize um método de controlo de natalidade eficaz

(contraceção) durante todo o período de tratamento com Depakine Chronosphere. Não

pare de tomar Depakine Chronosphere ou o seu contraceptivo, até ter discutido isto com

o seu médico. O seu médico irá aconselhá-la melhor (ver secção abaixo “Gravidez,

amamentação e fertilidade – Conselho importante para a mulher”).

APROVADO EM

29-04-2022

INFARMED

Epilepsia

- Se está grávida, não deve utilizar Depakine Chronosphere para a epilepsia, a não ser

que nenhum outro tratamento resulte.

- Se é uma mulher que pode engravidar, não deve tomar Depakine Chronosphere para a

epilepsia a não ser que utilize um método de controlo de natalidade eficaz (contraceção)

durante todo o período de tratamento com Depakine Chronosphere. Não pare de tomar

Depakine Chronosphere ou a sua contraceção, até discutir isto com o seu médico. O seu

médico irá aconselhá-la melhor (ver secção abaixo “Gravidez, amamentação e

fertilidade – Conselho importante para a mulher”).

Se pensa que alguma destas situações se aplica a si, ou se tem qualquer dúvida, consulte

o seu médico antes de tomar Depakine Chronosphere.

Advertências e precauções

Fale com o seu médico ou farmacêutico antes de tomar Depakine Chronosphere:

- Se você ou a sua criança desenvolve alguma doença súbita, especialmente nos

primeiros 6 meses de tratamento, e particularmente se inclui repetidamente vómitos,

cansaço extremo, dor abdominal, sonolência, fraqueza, perda de apetite, dor no

estômago, náuseas, icterícia (pele ou olhos de cor amarelada), inchaço das pernas,

agravamento da epilepsia ou sentimento geral de não se sentir bem. Nestas situações

deve informar o seu médico imediatamente. O Depakine Chronosphere pode afetar o

fígado (e raramente o pâncreas) num pequeno número de doentes;

- Se o Depakine Chronosphere é utilizado em crianças com menos de 3 anos que tomam

outro antiepilético ao mesmo tempo ou que sofram de outras doenças neurológicas ou

metabólicas e casos graves de epilepsia;

- Especialmente se a sua criança tem menos de 3 anos, o Depakine Chronosphere não

deverá ser administrado em simultâneo com outros medicamentos que contenham na

sua composição ácido acetilsalicílico (aspirina);

- Se sofre de Lúpus Eritematoso (uma doença rara);

- Se sofre de algum problema metabólico, particularmente alterações hereditárias de

deficiência enzimática, tais como distúrbio no ciclo da ureia devido ao risco acrescido

dos níveis de amónia no sangue;

- Se sofre de alterações da função renal. O seu médico pode querer monitorizar os

níveis de valproato de sódio ou adaptar a dose;

- Se aumentar de peso, por aumento do apetite.

- Um pequeno número de pessoas a serem tratadas com antiepiléticos, tais como

valproato de sódio/ácido valpróico apresentaram teve pensamentos de fazer mal a si

próprias ou de se matarem. Se este tipo de pensamentos lhe vier a ocorrer, informe o

seu médico de imediato;

- Se tem uma deficiência tipo II em carnitina palmitoiltransferase (CPT);

- Se sabe da existência de uma doença mitocondrial na sua família causada por um

problema genético.

APROVADO EM

29-04-2022

INFARMED

- Tal como acontece com outros medicamentos antiepiléticos, as convulsões podem

agravar-se ou aparecerem mais frequentemente enquanto toma este medicamento. Se

isto acontecer contacte o seu médico imediatamente.

Crianças e adolescentes

Crianças e adolescentes com menos de 18 anos de idade:

Depakine Chronosphere não deve ser utilizado em crianças e adolescentes com menos

de 18 anos de idade no tratamento da mania

Outros medicamentos e Depakine Chronosphere

Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar, tiver tomado recentemente,

ou se vier a tomar outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita

médica.

Em particular, informe o seu médico se está a tomar algum dos medicamentos

seguintes:

- Neurolépticos, antidepressivos, ansiolíticos (benzodiazepinas), anticonvulsivantes

(fenobarbital, fenitoína, primidona, lamotrigina, carbamazepina, topiramato,

felbamato);

- Quetiapina, olanzapina (usado no tratamento de patologias psiquiátricas);

- Zidovudina;

- Salicilatos;

- Antimaláricos (mefloquina) ou antibióticos;

- Eritromicina, rifampicina;

- Carbapenemes tais como imipenem, panipenem e meropenem (antibióticos usados no

tratamento de infeções bacterianas). A combinação de ácido valpróico com

carbapemenes deve ser evitada, uma vez que pode levar à diminuição do efeito do

valproato de sódio;

- Cimetidina;

- Anticoagulantes dependentes da vitamina K;

- Lítio;

- Rufinamida;

- Acetazolamida;

- Inibidores de protease, tais como lopinavir, ritonavir (usados no tratamento do VIH);

- Colestiramina;

- Propofol (usado para anestesia).

- Nimodipina.

- Medicamentos que contêm estrogénio (incluindo contracetivos de administração oral).

- metamizol (usado para tratar a dor e a febre).

O seu médico irá determinar se os medicamentos devem ser descontinuados ou se é

necessário monitorização ou ajustes de dose ou posologia.

Depakine Chronosphere com alimentos, bebidas e álcool

A ingestão de álcool durante o tratamento não é recomendada.

APROVADO EM

29-04-2022

INFARMED

Gravidez, amamentação e fertilidade

Conselho importante para a mulher

Perturbação bipolar

- Se está grávida, não deve utilizar Depakine Chronosphere para a perturbação bipolar.

- Se é uma mulher que pode engravidar, não deve tomar Depakine Chronosphere, para a

perturbação bipolar, a não ser que utilize um método de controlo de natalidade eficaz

(contraceção) durante todo o período de tratamento com Depakine Chronosphere. Não

pare de tomar Depakine Chronosphere ou o seu contraceptivo, até ter discutido isto com

o seu médico. O seu médico irá aconselhá-la melhor.

Epilepsia

- Se está grávida, não deve utilizar Depakine Chronosphere para a epilepsia, a não ser

que nenhum outro tratamento resulte.

- Se é uma mulher que pode engravidar, não deve tomar Depakine Chronosphere para a

epilepsia a não ser que utilize um método de controlo de natalidade eficaz (contraceção)

durante todo o período de tratamento com Depakine Chronosphere. Não pare de tomar

Depakine Chronosphere ou a sua contraceção, até discutir isto com o seu médico. O seu

médico irá aconselhá-la melhor.

Riscos do valproato quando tomado durante a gravidez (independentemente da doença

para a qual o valproato é utilizado)

- Fale com o seu médico imediatamente se está a pensar engravidar ou se está grávida.

- O valproato apresenta risco se for tomado durante a gravidez. Quanto mais elevada for

a dose, maiores os riscos, mas todas as doses têm um risco, incluindo quando o

valproato é usado em combinação com outros medicamentos para tratar a epilepsia.

- Pode causar sérios defeitos congénitos e pode afetar o desenvolvimento físico e

mental da criança à medida que cresce após o nascimento.

- Os defeitos congénitos que foram reportados com maior frequência incluem espinha

bífida (onde os ossos da coluna vertebral não estão desenvolvidos devidamente);

malformações faciais e cranianas; malformações do coração, do rim, do trato urinário e

dos órgãos sexuais; defeito dos membros e malformações múltiplas associadas,

afetando vários órgãos e partes do corpo. Defeitos congénitos podem resultar em

deficiências que podem ser graves. Foram reportados problemas auditivos ou surdez em

crianças expostas a valproato durante a gravidez.

- Foram reportadas malformações oculares em associação com outras malformações

congénitas em crianças expostas ao valproato durante a gravidez. Estas malformações

oculares podem afetar a visão.

APROVADO EM

29-04-2022

INFARMED

- Se tomar valproato durante a gravidez tem um risco maior em relação às outras

mulheres grávidas de ter uma criança com defeitos congénitos que requerem tratamento

médico. Como o valproato tem sido utilizado há tantos anos, sabe-se que nas mulheres

que tomam valproato cerca de 11 bebés em cada 100 terão defeitos congénitos. Isto

compara-se com 2 a 3 bebés em cada 100 nascimentos em mulheres que não têm

epilepsia.

- Estima-se que até 30-40% das crianças no pré-escolar, cujas mães tenham tomado

valproato durante a gravidez, possam vir a ter problemas de desenvolvimento na

infância. As crianças afectadas podem ter um andar e fala mais lentos, ser

intelectualmente menos capazes do que as outras crianças e ter dificuldade com a

linguagem e memória.

- Os distúrbios do espectro autista são mais frequentemente diagnosticados em crianças

expostas ao valproato durante a gravidez e há algumas evidências de que as crianças

expostas ao valproato durante a gravidez estão em maior risco de desenvolver

Perturbação da Hiperatividade e Défice de Atenção (PHDA).

- Antes de lhe prescrever este medicamento, o seu médico irá explicar-lhe o que pode

acontecer ao seu bebé se engravidar enquanto está a tomar valproato. Se decidir mais

tarde que quer engravidar, não deve parar de tomar o seu medicamento ou o seu método

de contraceção até ter discutido isso com o seu médico.

- Se é pai ou cuidador de uma criança do sexo feminino tratada com valproato, deve

entrar em contacto com o médico, quando a sua criança tiver a primeira menstruação

enquanto toma valproato.

- Alguns medicamentos contracetivos de administração oral (medicamentos

contracetivos que contêm estrogénio) podem diminuir os níveis de valproato no sangue.

Certifique-se de que fala com o seu médico sobre o método de contraceção (controlo de

natalidade) que é mais adequado para si.

- Questione o seu médico sobre a toma de ácido fólico quando tentar engravidar. O

ácido fólico pode diminuir, no geral, o risco de espinha bífida e aborto prematuro que

existe em qualquer gravidez. No entanto, é pouco provável que reduza o risco de

defeitos congénitos associados à toma de valproato.

Por favor, escolha e leia a situação que se aplica a si de todas as situações descritas

abaixo:

- ESTOU A INICIAR O TRATAMENTO COM DEPAKINE Chronosphere

- ESTOU A TOMAR DEPAKINE Chronosphere E NÃO ESTOU A PLANEAR

ENGRAVIDAR

- ESTOU A TOMAR DEPAKINE Chronosphere E A PLANEAR ENGRAVIDAR

- ESTOU GRÁVIDA E A TOMAR DEPAKINE Chronosphere

APROVADO EM

29-04-2022

INFARMED

ESTOU A INICIAR O TRATAMENTO COM DEPAKINE Chronosphere

Se é a primeira vez que lhe foi prescrito Depakine Chronosphere, o seu médico ter-lhe-á

explicado os riscos para o feto no caso de engravidar. Uma vez que pode engravidar,

terá de garantir que utiliza um método contracetivo eficaz sem interrupção durante o

seu tratamento com Depakine Chronosphere. Fale com o seu médico ou clínica de

planeamento familiar se precisar de aconselhamento sobre contraceção.

Mensagens-chave:

- A gravidez deve ser excluída antes de iniciar o tratamento com Depakine

Chronosphere através do resultado de um teste de gravidez, confirmado pelo seu

médico.

- Deve utilizar um método de controlo de natalidade efetivo (contraceção) durante todo

o período de tratamento com Depakine Chronosphere.

- Deve discutir os métodos de controlo de natalidade (contraceção) apropriados com o

seu médico. O seu médico irá dar-lhe informação sobre prevenção da gravidez e poderá

referenciá-la a um especialista para aconselhamento de controlo de natalidade.

- Deve ter consultas regulares (pelo menos anuais) com um especialista experiente no

tratamento de perturbação bipolar ou epilepsia. Durante a consulta o seu médico irá

garantir que tem consciência e que compreendeu todos os riscos e conselhos

relacionados com o uso de valproato durante a gravidez.

- Avise o seu médico se planeia engravidar.

- Avise o seu médico imediatamente se ficar grávida ou se pensa que pode estar

grávida.

ESTOU A TOMAR DEPAKINE Chronosphere E NÃO ESTOU A PLANEAR

ENGRAVIDAR

Se está a continuar o tratamento com Depakine Chronosphere mas não planeia

engravidar, certifique-se de que está a utilizar um método de contraceção eficaz sem

interrupção durante todo o tratamento com Depakine Chronosphere. Fale com o seu

médico ou clínica de planeamento familiar se precisar de aconselhamento sobre

contraceção.

Mensagens-chave:

- Deve utilizar um método de controlo de natalidade eficaz (contraceção) durante todo o

tratamento com Depakine Chronosphere.

APROVADO EM

29-04-2022

INFARMED

- Deve discutir métodos de contraceção (controlo de natalidade) com o seu médico. O

seu médico irá fornecer-lhe informação sobre prevenção da gravidez e poderá

referenciá-la a um especialista para aconselhamento sobre controlo de natalidade.

- Deve ter consultas regulares (pelo menos anuais) com um especialista experiente no

tratamento de perturbações bipolares ou epilepsia. Durante a consulta o seu médico irá

certificar-se de que está consciente e que compreendeu todos os riscos e conselhos

relacionados com a utilização do valproato durante a gravidez.

- Avise o seu médico se planeia engravidar.

- Avise o seu médico imediatamente se ficar grávida ou se pensa que pode estar

grávida.

ESTOU A TOMAR DEPAKINE Chronosphere E A PLANEAR ENGRAVIDAR

Se planeia engravidar, marque primeiro uma consulta com o seu médico.

Não pare de tomar Depakine Chronosphere ou a sua contraceção, até ter discutido isto

com o seu médico. O seu médico irá aconselhá-la melhor.

Os bebés nascidos de mães que tomaram valproato têm um sério risco de defeitos

congénitos e problemas de desenvolvimento que podem ser seriamente debilitantes. O

seu médico irá encaminhá-la para um especialista com experiência no tratamento da

perturbação bipolar ou epilepsia, para que as opções de tratamento alternativas possam

ser avaliadas no início. O seu especialista pode colocar vários planos de ação para que a

sua gravidez decorra da forma mais tranquila possível e para que os riscos para si e para

o feto sejam reduzidos o mais possível.

O seu especialista pode decidir alterar a dose de Depakine Chronosphere ou alterar para

outro medicamento, ou parar o tratamento com Depakine Chronosphere, muito tempo

antes de engravidar – isto é para garantir que a sua doença está estabilizada.

Questione o seu médico sobre a toma de ácido fólico quando planear engravidar. O

ácido fólico pode diminuir em geral o risco de espinha bífida e aborto prematuro que

existe em todas as gravidezes. No entanto, é pouco provável que vá reduzir o risco de

defeitos congénitos associados ao uso de valproato.

Mensagens-chave:

- Não pare de tomar Depakine Chronosphere a não ser que o seu médico lhe diga para o

fazer.

- Não pare de utilizar os métodos de controlo de natalidade (contraceção) antes de ter

falado com o seu médico e terem trabalhado juntos num plano para garantir que a sua

doença está controlada e que os riscos para o feto são reduzidos.

APROVADO EM

29-04-2022

INFARMED

- Marque primeiro uma consulta com o seu médico. Durante esta consulta o seu médico

irá garantir que está consciente e que compreendeu todos os riscos e conselhos

relacionados com o uso de valproato durante a gravidez.

- O seu médico irá tentar alterar para outro medicamento, ou parar o tratamento com

Depakine Chronosphere muito tempo antes de engravidar.

- Marque uma consulta urgente com o seu médico se está grávida ou se pensa que pode

estar grávida.

ESTOU GRÁVIDA E A TOMAR DEPAKINE Chronosphere

Não pare de tomar Depakine Chronosphere, a não ser que o seu médico lhe diga para o

fazer porque pode piorar a sua doença. Marque uma consulta urgente com o seu médico

se está grávida ou se pensa que pode estar grávida. O seu médico irá aconselhá-la

melhor.

Bebés que nasçam de mães que tomaram valproato têm um risco sério de defeitos

congénitos e problemas de desenvolvimento que podem ser seriamente debilitantes.

Será referenciada a um especialista experiente no tratamento da perturbação bipolar ou

epilepsia, para que possam ser avaliadas alternativas de tratamento.

Em circunstâncias excecionais quando Depakine Chronosphere é a única alternativa

terapêutica disponível durante a gravidez, irá ser monitorizada de muito perto para gerir

o seu estado e verificar o desenvolvimento do feto. Você e o seu parceiro poderão

receber aconselhamento e apoio sobre a exposição ao valproato na gravidez.

Questione o seu médico sobre a toma de ácido fólico. O ácido fólico pode diminuir em

geral o risco de espinha bífida e aborto prematuro que existe em todas as gravidezes. No

entanto, é pouco provável que vá reduzir o risco de defeitos congénitos associados ao

uso de valproato.

Mensagens-chave:

- Marque uma consulta urgente com o seu médico se está grávida ou pensa que pode

estar grávida.

- Não pare de tomar Depakine Chronosphere a não ser que o seu médico lhe diga para o

fazer.

- Certifique-se de que é referenciada para um especialista em tratamento de epilepsia,

perturbação bipolar para avaliar a necessidade de opções de tratamento alternativas.

- Deverá receber aconselhamento sobre os riscos de Depakine Chronosphere durante a

APROVADO EM

29-04-2022

INFARMED

- Deverá receber aconselhamento sobre os riscos de Depakine Chronosphere durante a

gravidez, incluindo teratogenicidade (defeitos congénitos) e alterações no

desenvolvimento físico e mental nas crianças.

- Certifique-se de que é referenciada para um especialista para monitorização pré-natal

para detetar possíveis ocorrências de malformações.

Certifique-se de que lê o guia do doente que irá receber do seu médico. O seu médico

irá discutir o Formulário Anual de Reconhecimento de Risco e irá pedir-lhe para o

assinar e guardar. Irá também receber o cartão do doente pelo seu farmacêutico para lhe

relembrar dos riscos do valproato na gravidez.

Amamentação

Como apenas quantidades muito pequenas de Depakine Chronosphere passam para o

leite materno, geralmente não há risco para o bebé e o desmame normalmente não é

necessário. No entanto deve discutir com o seu médico se deve amamentar o seu bebé.

Condução de veículos e utilização de máquinas

Depakine Chronosphere pode causar alguma sonolência ou tonturas em algumas

pessoas, especialmente, no início do tratamento ou se é tomado em associação com

outros medicamentos antiepiléticos ou benzodiazepinas. Assegure-se que sabe como

reage ao Depakine Chronosphere antes de conduzir uma viatura, utilizar quaisquer

ferramentas ou máquinas ou realizar outras atividades que se possam tornar perigosas se

estiver com sono ou se se sentir tonto.

Depakine Chronosphere contém sódio.

Depakine Chronosphere 50 mg contém 0,18 mmol (4,152 mg) de sódio por saqueta.

Depakine Chronosphere 100 mg contém 0,36 mmol (8,304 mg) de sódio por saqueta.

Depakine Chronosphere 250 mg contém 0,90 mmol (20,76 mg) de sódio por saqueta.

Depakine Chronosphere 500 mg contém 1,8 mmol (41,52 mg) de sódio por saqueta.

Depakine Chronosphere 750 mg contém 2,7 mmol (62,28 mg) de sódio por saqueta.

Depakine Chronosphere 1000 mg contém 3,6 mmol (83,04 mg) de sódio por saqueta.

Esta informação deve ser tida em consideração em doentes com ingestão controlada de

sódio.

3. Como tomar Depakine Chronosphere

Tome Depakine Chronosphere exatamente como indicado pelo seu médico. Fale com o

seu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas.

O tratamento com Depakine Chronosphere deve ser iniciado e supervisionado por um

médico especialista em tratamento de epilepsia ou perturbação bipolar.

Leia o documento completo

APROVADO EM

29-04-2022

INFARMED

RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO

Este medicamento está sujeito a monitorização adicional. Isto irá permitir a rápida

identificação de nova informação de segurança. Pede-se aos profissionais de saúde que

notifiquem quaisquer suspeitas de reações adversas. Para saber como notificar reações

adversas, ver secção 4.8.

1. NOME DO MEDICAMENTO

Depakine Chronosphere 50 mg, granulado de libertação modificada

Depakine Chronosphere 100 mg granulado de libertação modificada

Depakine Chronosphere 250 mg granulado de libertação modificada

Depakine Chronosphere 500 mg granulado de libertação modificada

Depakine Chronosphere 750 mg granulado de libertação modificada

Depakine Chronosphere 1000 mg granulado de libertação modificada

2. COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA

Depakine Chronosphere 50 mg, granulado de libertação modificada

Cada saqueta de 152 mg de granulado de libertação modificada contém:

Valproato de sódio...……..............33,33 mg

Ácido valpróico……………..… 14,51 mg

Equivalente a 50 mg de valproato de sódio Ph. Eur, como substâncias ativas.

Excipiente(s) com efeito conhecido:

Sódio – 4,152 mg (0,18 mmol) por saqueta

Depakine Chronosphere 100 mg, granulado de libertação modificada

Cada saqueta de 303 mg de granulado de libertação modificada contém:

Valproato de sódio...……..............66,66 mg

Ácido valpróico……………..… 29,03 mg

Equivalente a 100 mg de valproato de sódio Ph. Eur, como substâncias ativas.

Excipiente(s) com efeito conhecido:

Sódio – 8,304 mg (0,36 mmol) por saqueta

Depakine Chronosphere 250 mg, granulado de libertação modificada

Cada saqueta de 758 mg de granulado de libertação modificada contém:

APROVADO EM

29-04-2022

INFARMED

Valproato de sódio...……..............166,76 mg

Ácido valpróico……………..……72,61 mg

Equivalente a 250 mg de valproato de sódio Ph. Eur, como substâncias ativas.

Excipiente(s) com efeito conhecido:

Sódio – 20,76 mg (0,90 mmol) por saqueta

Depakine Chronosphere 500 mg, granulado de libertação modificada

Cada saqueta de 1515 mg de granulado de libertação modificada contém:

Valproato de sódio...……..............333,30 mg

Ácido valpróico……………..… .145,14 mg

Equivalente a 500 mg de valproato de sódio Ph. Eur, como substâncias ativas.

Excipiente(s) com efeito conhecido:

Sódio – 41,52 mg (1,8 mmol) por saqueta

Depakine Chronosphere 750 mg, granulado de libertação modificada

Cada saqueta de 2273 mg de granulado de libertação modificada contém:

Valproato de sódio...……..............500,06 mg

Ácido valpróico……………..……217,75 mg

Equivalente a 750 mg de valproato de sódio Ph. Eur, como substâncias ativas.

Excipiente(s) com efeito conhecido:

Sódio – 62,28 mg (2,7 mmol) por saqueta

Depakine Chronosphere 1000 mg, granulado de libertação modificada

Cada saqueta de 3030 mg de granulado de libertação modificada contém:

Valproato de sódio...……..............666,60 mg

Ácido valpróico……………..……290,27 mg

Equivalente a 1000 mg de valproato de sódio Ph. Eur, como substâncias ativas.

Excipiente(s) com efeito conhecido:

Sódio – 83,04 mg (3,6 mmol) por saqueta

Lista completa de excipientes, ver secção 6.1.

APROVADO EM

29-04-2022

INFARMED

3. FORMA FARMACÊUTICA

Granulado de libertação modificada.

Depakine Chronosphere apresenta-se sob a forma de microgrânulos cerosos de cor

esbranquiçada a ligeiramente amarelada.

4. INFORMAÇÕES CLÍNICAS

4.1 Indicações terapêuticas

Tratamento das crises epiléticas generalizadas ou parciais:

- Generalizadas primárias: convulsivas (clónicas, tónicas, tónico-clónicas, mioclónicas)

e não convulsivas ou ausências;

- Parciais: simples ou complexas;

- Parciais secundariamente generalizadas.

Tratamento das formas mistas e epilepsias generalizadas idiopáticas e/ou sintomáticas

(West e Lennox-Gastaut).

Tratamento de episódio maníaco associado a perturbações bipolares, quando o lítio está

contraindicado ou não é tolerado. A continuação do tratamento após a ocorrência de

episódios maníacos, pode ser considerada em doentes que responderam ao valproato na

mania aguda.

4.2 Posologia e modo de administração

Depakine deve ser administrado segundo critério médico.

Depakine Chronosphere, granulado de libertação modificada é uma forma farmacêutica

particularmente adaptada a crianças (quando estas já são capazes de engolir alimentos

moles) e adultos com dificuldades de deglutição.

Devido ao teor de princípio ativo, as saquetas de 50 e 100 mg estão reservadas a

crianças.

Depakine Chronosphere é uma formulação de libertação controlada de Depakine que

reduz o pico de concentração e assegura uma concentração plasmática mais regular ao

longo do dia.

Depakine Chronosphere pode ser administrado uma ou duas vezes por dia.

APROVADO EM

29-04-2022

INFARMED

Em doentes adequadamente controlados, as formulações de Depakine Chronosphere são

substituíveis por outras formulações de Depakine convencionais ou de libertação

prolongada, com uma dose diária equivalente.

A posologia diária deve ser estabelecida em função da idade e do peso do doente; no

entanto deve ter-se em conta a grande suscetibilidade individual observada com o

valproato.

Não está estabelecida uma boa correlação entre a dose diária, concentração sérica e

efeito terapêutico. A posologia ótima será determinada essencialmente em relação à

resposta clínica obtida. A determinação dos níveis plasmáticos de ácido valpróico pode

ser considerada como complemento da vigilância clínica se o controlo das crises não for

satisfatório, ou quando houver suspeitas da existência de efeitos indesejáveis. As

concentrações séricas consideradas como terapêuticas estão normalmente

compreendidas entre 40 e 100 mg/L (300-700 micromol/L).

Tendo em vista o processo de libertação sustentada e a natureza dos excipientes na

formulação, a matriz inerte não é absorvida no trato digestivo; é eliminada nas fezes

após a libertação das substâncias ativas.

Início do tratamento com Depakine Chronosphere (via oral):

- Em doentes que não estejam a tomar outro antiepilético, a dose deve ser aumentada

através de níveis de doses sucessivos com intervalos de 2 a 3 dias, de modo que a

posologia eficaz seja atingida ao fim de uma semana.

- Em doentes que estejam a receber tratamento prévio com outros antiepiléticos, a

substituição com Depakine Chronosphere deve ser feita de forma progressiva, sendo a

dose ótima atingida em cerca de 2 semanas e as terapêuticas associadas reduzidas

progressivamente até à sua total interrupção.

- A associação com outro antiepilético, se necessária, deve ser feita de forma

progressiva (ver secção 4.5).

Administração do Depakine Chronosphere via oral: considerações práticas

Posologia

A posologia inicial diária será habitualmente de 10 a 15 mg/kg, sendo progressivamente

aumentada até à obtenção da posologia eficaz (ver secção 4.2 "Início do tratamento com

Depakine Chronosphere (via oral)"). Esta situa-se geralmente entre 20 e 30 mg/kg.

No entanto, quando o controlo das crises não é obtido com estas doses, a dose pode ser

aumentada de forma adequada; deve ser efetuada uma vigilância atenta aquando da

administração de doses diárias superiores a 50 mg/kg (ver secção 4.4).

APROVADO EM

29-04-2022

INFARMED

- População pediátrica

- Na criança, a posologia usual é da ordem de 30 mg/kg por dia.

- No tratamento da epilepsia

De todas as formas farmacêuticas orais disponíveis, as mais apropriadas para a

administração a crianças com menos de 11 anos de idade são o xarope, solução oral e

grânulos.

- No adulto, as posologias usuais situam-se entre 20 e 30 mg/kg por dia.

- No idoso, apesar de se observarem modificações dos parâmetros farmacocinéticos do

Depakine Chronosphere, estas têm um significado clínico limitado, devendo a dose ser

estabelecida em função da resposta clínica (controlo das crises).

Tratamento de episódios maníacos associados a perturbações bipolares:

Em adultos:

A dose diária deverá ser estabelecida e controlada individualmente pelo médico.

A dose diária inicial recomendada é de 750 mg. Adicionalmente, nos ensaios clínicos,

uma dose inicial de 20 mg de valproato/kg de peso corporal também demonstrou um

perfil de segurança aceitável. As formulações de libertação prolongada podem ser

tomadas uma ou duas vezes ao dia. A dose deve ser aumentada tão rapidamente quanto

possível, de forma a atingir a dose terapêutica mais baixa que produza o efeito clínico

desejado. A dose diária deve ser ajustada à resposta clínica, de forma a estabelecer a

dose mínima eficaz para cada doente individualmente.

A dose média diária varia, habitualmente, entre 1000 a 2000 mg de valproato. Doentes

tratados com doses superiores a 45 mg/kg de peso corporal/dia devem ser

monitorizados cuidadosamente.

A continuação do tratamento dos episódios maníacos na doença bipolar deve ser

adaptada individualmente usando a dose mínima eficaz.

Crianças e adolescentes:

A segurança e a eficácia de Depakine no tratamento de episódios maníacos associados à

perturbação bipolar não foram avaliadas em doentes com idade inferior a 18 anos. No

que diz respeito às informações de segurança em crianças, ver secção 4.8.

Crianças do sexo feminino e mulheres em idade fértil

O valproato deve ser iniciado e supervisionado por um especialista com experiência no

tratamento da epilepsia ou perturbação bipolar. O valproato não deve ser utilizado em

crianças do sexo feminino e mulheres em idade fértil a não ser que outros tratamentos

sejam ineficazes ou não tolerados.

APROVADO EM

29-04-2022

INFARMED

O valproato é prescrito e dispensado de acordo com o Programa de Prevenção do

valproato na Gravidez (secção 4.3 e 4.4).

O valproato deve ser prescrito preferencialmente em monoterapia e na dose eficaz mais

baixa, se possível numa formulação de libertação prolongada. A dose diária deve ser

dividida pelo menos em duas tomas únicas (ver secção 4.6).

Em doentes com insuficiência renal:

Em doentes com insuficiência renal pode ser necessário diminuir a dosagem, ou

aumentar a dosagem em doentes em hemodiálise. O valproato de sódio é dialisável (ver

secção 4.9). A dosagem deve ser modificada de acordo com a monitorização clínica do

doente (ver secção 4.4)

Modo de administração:

Depakine Chronosphere, grânulos esféricos, é insípido e deve ser administrado

preferencialmente dispersando o granulado em alimentos moles ou bebidas frios ou à

temperatura ambiente (iogurte, sumo de laranja, compota, queijo fresco, etc.). Pode

também ser administrado diretamente na boca e deglutido com uma bebida fria.

Depakine Chronosphere não deve ser administrado com alimentos ou bebidas mornas

ou quentes (sopa, café, chá, etc.).

Depakine Chronosphere não deve ser administrado nos biberões dos bebés, dado que

pode obstruir a tetina.

Quando administrado com líquidos, deve enxaguar-se o copo com um pequeno volume

de água, dado que alguns grânulos podem ficar agarrados ao vidro.

A mistura deve ser deglutida imediatamente e não deve ser mastigada. Não deve ser

armazenada para consumo posterior.

4.3 Contraindicações

Depakine Chronosphere está contraindicado nas seguintes situações:

- Hipersensibilidade à substância ativa ou a qualquer um dos excipientes;

- Hepatite aguda ou crónica;

- Antecedentes pessoais ou familiares de hepatite grave, nomeadamente

medicamentosa;

- Porfíria hepática;

- Valproato é contraindicado em doentes que tenham doenças mitocondriais causadas

por mutações no gene nuclear que codifica a enzima mitocondrial polimerase gama

(POLG), como por exemplo a síndrome de Alpers-Huttenlocher, e em crianças com

menos de 2 anos de idade em que se suspeita de terem doenças relacionadas com a

POLG (ver secção 4.4);

- Doentes com distúrbios do ciclo da ureia (ver secção 4.4).

APROVADO EM

29-04-2022

INFARMED

Tratamento da epilepsia

na gravidez, a não ser que não exista um tratamento alternativo adequado (ver secção

4.4 e 4.6).

em mulheres em idade fértil, a não ser que as condições do programa de prevenção da

gravidez sejam cumpridas (ver secção 4.4 e 4.6).

Tratamento da perturbação bipolar

na gravidez (ver secção 4.4 e 4.6).

em mulheres em idade fértil, a não ser que as condições do programa de prevenção da

gravidez sejam cumpridas (ver secção 4.4 e 4.6).

4.4 Advertências e precauções especiais de utilização

Programa de Prevenção da Gravidez

O valproato tem um elevado potencial teratogénico e as crianças expostas ao valproato

in utero têm um elevado risco de malformações congénitas e perturbações do

desenvolvimento do sistema nervoso (ver secção 4.6).

Depakine Chronosphere está contraindicado nas seguintes situações:

Tratamento de epilepsia

na gravidez, a não ser que não exista um tratamento alternativo adequado (ver secção

4.3 e 4.6).

em mulheres em idade fértil, a não ser que as condições do programa de prevenção da

gravidez sejam cumpridas (ver secção 4.3 e 4.6).

Tratamento da perturbação bipolar

na gravidez (ver secções 4.3 e 4.6).

em mulheres em idade fértil, a não ser que as condições do programa de prevenção da

gravidez sejam cumpridas (ver secção 4.3 e 4.6).

Condições do Programa de Prevenção da Gravidez:

O prescritor deve assegurar que:

as circunstâncias individuais devem ser avaliadas em cada caso, envolvendo a doente

na discussão, para garantir o seu compromisso, discutir opções terapêuticas e garantir a

compreensão dos riscos e das medidas necessárias para minimizar os riscos.

o potencial de gravidez é avaliado para todas as doentes do sexo feminino.

a doente compreendeu e reconheceu os riscos de malformações congénitas e

perturbações do desenvolvimento do sistema nervoso, incluindo a magnitude desses

riscos para crianças expostas ao valproato in utero.

APROVADO EM

29-04-2022

INFARMED

a doente entende a necessidade de se submeter a um teste de gravidez antes do início

do tratamento e durante o tratamento, conforme necessário.

a doente é aconselhada em relação à contraceção e que é capaz de cumprir com a

necessidade de usar contraceção eficaz (para maiores detalhes, consulte a subsecção de

contraceção no aviso da caixa), sem interrupção durante todo o período de tratamento

com valproato.

a doente entende a necessidade de uma revisão regular do tratamento (pelo menos

anual) por um especialista experiente no tratamento da epilepsia, ou perturbações

bipolares.

a doente entende a necessidade de consultar o seu médico assim que planeia uma

gravidez para garantir uma discussão atempada e a alteração para as opções de

tratamentos alternativos antes da conceção e antes da interrupção da contraceção.

a doente entende a necessidade de consultar urgentemente o seu médico em caso de

gravidez.

a doente recebeu o guia do doente.

a doente reconheceu que entendeu os riscos e as precauções necessárias associadas ao

uso de valproato (Formulário Anual de Reconhecimento de Risco).

Estas condições dizem também respeito a mulheres que não sejam atualmente ativas

sexualmente, a não ser que o prescritor considere que existem razões convincentes para

indicar que não há risco de gravidez.

Crianças do sexo feminino

Os prescritores devem assegurar que pais/cuidadores de crianças do sexo feminino

compreendem a necessidade de entrar em contacto com o especialista quando a criança

que toma valproato tenha a primeira menstruação.

O prescritor deve assegurar que os pais/cuidadores de crianças do sexo feminino que

tenham tido a primeira menstruação recebem informação compreensiva sobre os riscos

de malformações congénitas e perturbações do desenvolvimento do sistema nervoso,

incluindo a magnitude desses riscos para crianças expostas ao valproato in utero.

. Nas doentes que tiveram a primeira menstruação, o prescritor deve reavaliar

anualmente a necessidade de terapia com valproato e considerar opções alternativas de

tratamento. Se o valproato for o único tratamento adequado, a necessidade de utilizar

contraceção e todas as outras condições do programa de prevenção da gravidez devem

ser discutidas. Deve ser feito um esforço pelo especialista para mudar para um

tratamento alternativo na criança do sexo feminino antes de atingir a idade adulta.

APROVADO EM

29-04-2022

INFARMED

Teste de gravidez

A gravidez deve ser excluída antes do início do tratamento com valproato. O tratamento

com valproato não deve ser iniciado em mulheres em idade fértil sem um teste de

gravidez negativo (análise ao sangue), confirmado por um profissional de saúde, para

excluir a utilização não intencional na gravidez.

Contraceção

As mulheres em idade fértil a quem é prescrito valproato devem utilizar contraceção

eficaz sem interrupção durante todo o período de tratamento com valproato. Estas

doentes devem receber informações abrangentes sobre a prevenção da gravidez e

devem ser referenciadas para aconselhamento de contraceção se não estiverem a utilizar

um método de contraceção efetivo. Deve ser utilizado pelo menos um método efetivo

de contraceção (preferencialmente independente do utilizador, como um dispositivo ou

implante intra-uterino) ou duas formas de contraceção incluindo um método de barreira.

As circunstâncias individuais devem ser avaliadas em cada caso, ao escolher o método

de contraceção a doente deve ser envolvida na discussão para garantir o seu

compromisso e conformidade com as medidas escolhidas. Mesmo que tenha amenorreia

deverá seguir todo o aconselhamento sobre contraceção eficaz.

Medicamentos que contêm estrogénio:

O uso concomitante com medicamentos que contêm estrogénio, incluindo os

contracetivos hormonais que contenham estrogénio, pode potencialmente resultar numa

diminuição da eficácia do valproato (ver secção 4.5). Os prescritores devem monitorizar

a resposta clínica (controlo de episódios ou controlo de humor) no início do tratamento,

ou descontinuar a toma de medicamentos que contenham estrogénio.

Pelo contrário, o valproato não diminui a eficácia dos contracetivos hormonais.

Revisão anual do tratamento por um especialista

O especialista deve avaliar pelo menos anualmente se o valproato é o tratamento mais

adequado para a doente. O especialista deve discutir o formulário anual de

reconhecimento de risco no início e durante cada revisão anual e garantir que a doente

entendeu o seu conteúdo.

Planeamento de uma gravidez

Para a indicação de epilepsia, se a mulher planeia engravidar, a terapêutica com

valproato deve ser reavaliada e devem der consideradas opções alternativas de

tratamento por um especialista experiente no tratamento de epilepsia. Devem ser feitos

todos os esforços para alterar para um tratamento alternativo antes da conceção e antes

da interrupção da contraceção (ver secção 4.6). Se não for possível a alteração, a mulher

deve receber aconselhamento adicional acerca dos riscos do valproato para o feto para

suportar a sua decisão informada em relação ao planeamento familiar.

Para a indicação de perturbação bipolar se a mulher planeia engravidar, deve ser

consultado um especialista experiente no tratamento da perturbação bipolar e o

APROVADO EM

29-04-2022

INFARMED

tratamento com valproato deve ser descontinuado e se necessário substituído por uma

alternativa terapêutica antes da conceção e antes da interrupção da contraceção.

Em caso de gravidez

Se a mulher que utiliza valproato engravidar, deve ser referenciada imediatamente a um

especialista para reavaliar o tratamento com valproato e considerar as opções

alternativas. As doentes com uma gravidez exposta ao valproato e os seus parceiros

devem ser referenciados a um especialista experiente em teratologia para uma avaliação

e aconselhamento sobre a exposição na gravidez (ver secção 4.6).

O farmacêutico deve assegurar que:

o cartão do doente é fornecido em todas as dispensas de valproato e que as doentes

compreendem o seu conteúdo.

as doentes são advertidas para não pararem a medicação de valproato e para contactar

imediatamente um especialista no caso do planeamento ou suspeita de gravidez.

Materiais educacionais

Para ajudar os profissionais de saúde e as doentes a evitar a exposição ao valproato

durante a gravidez, o Titular de Autorização de Introdução no Mercado forneceu

materiais educacionais para reforçar as precauções e fornecer orientação sobre o uso do

valproato em mulheres em idade fértil e os detalhes do programa de prevenção da

gravidez. Deve ser fornecido um guia do doente e um cartão do doente a todas as

mulheres em idade fértil que utilizam o valproato.

Deve ser utilizado pelo especialista um formulário de reconhecimento do risco a ser

utilizado no início do tratamento e durante cada revisão anual do tratamento com

valproato.

Lesão hepática grave:

- Condições de aparecimento:

Foram referidos excecionalmente casos de lesão hepática de evolução grave, por vezes

mortais.

Os recém-nascidos e as crianças com menos de três anos que apresentem uma epilepsia

grave e, nomeadamente, uma epilepsia associada a lesões cerebrais, um atraso psíquico

e/ou uma doença metabólica ou degenerativa de origem genética, são os mais expostos

a este risco, nomeadamente em caso de politerapia anticonvulsiva. Após a idade de três

anos, a incidência de risco diminui de modo significativo e decresce progressivamente

com a idade.

Na grande maioria dos casos, estes danos hepáticos foram observados durante os

primeiros 6 meses de tratamento.

Leia o documento completo

















Voltar para o conteúdo




Medidas adicionais de Minimização do Risco: Depakine Chronosphere


Detalhes do Medicamento



Substância Ativa/DCI: Ácido valpróico Nome do Medicamento: Depakine Chronosphere Forma Farmacêutica: Granulado de libertação modificada Dosagem: 50 mg

Materiais Educacionais dirigidos aos Profissionais de Saúde



Formulário Anual de Reconhecimento de Risco - 2ª versão

Para médicos prescritores das especialidades de neurologia, psiquiatria, medicina geral e familiar, e dentro da pediatria, a psiquiatria infantil e a neuropediatria.

Data de Aprovação: 29/11/2018

Ver documento

Ver documento

Guia do prescritor - 3ª Versão

Para médicos prescritores das especialidades de neurologia, psiquiatria, medicina geral e familiar, e dentro da pediatria, a psiquiatria infantil e a neuropediatria.

Data de Aprovação: 29/12/2020

Ver documento

Ver documento

Comunicações dirigidas aos Profissionais de Saúde



Medicamentos contendo valproato: Novas restrições de utilização; programa de prevenção da gravidez a implementar

Para os médicos das seguintes especialidades: neurologia, psiquiatria, medicina geral e familiar, pediatria, obstetrícia/ginecologia; e farmacêuticos, incluindo os profissionais de saúde de centros de planeamento familiar que possam estar integrados quer em centros de saúde, quer em hospitais e maternidades.

Data de Aprovação: 29/11/2018

Ver documento

Ver documento

Medicamentos contendo valproato: riscos decorrentes da exposição durante a gravidez - Contactos dos Titulares de AIM

Anexo à comunicação: Medicamentos contendo valproato: riscos decorrentes da exposição durante a gravidez

Data de Aprovação: 03/12/2014

Ver documento

Ver documento

Medicamentos contendo valproato: riscos decorrentes da exposição durante a gravidez

Para médicos das seguintes especialidades: neurologia, psiquiatria, clinica geral, obstetrícia/ginecologia; farmacêuticos e profissionais de saúde de centros de planeamento familiar que possam estar integrados quer em centros de saúde, quer em hospitais e maternidades.

Data de Aprovação: 03/12/2014

Ver documento

Ver documento


A Infomed é a base de dados nacional de medicamentos de uso humano e destina-se a todos os cidadãos.
Para que esta base de dados seja para todos, é fundamental a sua constante evolução. Envie-nos as suas sugestões.

A Infomed é a base de dados nacional de medicamentos de uso humano e destina-se a todos os cidadãos.
Para que esta base de dados seja para todos, é fundamental a sua constante evolução. Envie-nos as suas sugestões.

Produtos Similares

Pesquisar alertas relacionados a este produto

Ver histórico de documentos

Compartilhe esta informação