Voluven Fresenius 60 mg/ml + 9 mg/ml Solução para perfusão

Portugal - português - INFARMED (Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde)

Compre agora

Ingredientes ativos:
Hidroxietilamido + Cloreto de sódio
Disponível em:
Fresenius Kabi Pharma Portugal, Lda.
Código ATC:
B05AA
DCI (Denominação Comum Internacional):
Hidroxietilamido + sodium Chloride
Dosagem:
60 mg/ml + 9 mg/ml
Forma farmacêutica:
Solução para perfusão
Composição:
Cloreto de sódio 9 mg/ml - Hidroxietilamido 60 mg/ml
Via de administração:
Via intravenosa
Unidades em pacote:
Frasco para injectáveis - 10 unidade(s) - 500 ml
Tipo de prescrição:
MSRM restrita - Alínea a)
Grupo terapêutico:
12.6 Substitutos do plasma e das frações proteicas do plasma
Área terapêutica:
Blood substitutes and plasma protein fractions
Resumo do produto:
3369188 - Frasco para injetáveis 10 unidade(s) 500 ml - Tipo de embalagem: FechadaPrazo de validade: 5 Ano(s)Temperatura: inferior a 25°CCondições: Não congelar - Não comercializado - 10071056 - ; 3369287 - Saco 10 unidade(s) 250 ml - Tipo de embalagem: FechadaPrazo de validade: 3 Ano(s)Temperatura: inferior a 25°CCondições: Não congelar - Não comercializado - 10066803 - ; 3369485 - Saco 10 unidade(s) 500 ml - Tipo de embalagem: FechadaPrazo de validade: 3 Ano(s)Temperatura: inferior a 25°CCondições: Não congelar - Não comercializado - 10071056 - ; 3369980 - Saco 15 unidade(s) 500 ml - Tipo de embalagem: FechadaPrazo de validade: 2 Ano(s)Temperatura: inferior a 25°CCondições: Não congelar - Não comercializado - 10071056 - ; 3369089 - Frasco para injetáveis 10 unidade(s) 250 ml - Tipo de embalagem: FechadaPrazo de validade: 5 Ano(s)Temperatura: inferior a 25°CCondições: Não congelar - Não comercializado - 10066803 - ; 3369584 - Saco 15 unidade(s) 500 ml - Tipo de embalagem: FechadaPrazo de validade: 3 Ano(s)Temperatura: inferior a 25°CCondições: Não congelar - Não comercializado - 10071056 - ; 3369881 - Saco 25 unidade(s) 250 ml - Tipo de embalagem: FechadaPrazo de validade: 2 Ano(s)Temperatura: inferior a 25°CCondições: Não congelar - Não comercializado - 10066803 - ; 3369386 - Saco 20 unidade(s) 250 ml - Tipo de embalagem: FechadaPrazo de validade: 3 Ano(s)Temperatura: inferior a 25°CCondições: Não congelar - Não comercializado - 10066803 - ; 4765988 - Frasco para injetáveis 1 unidade(s) 250 ml - Tipo de embalagem: FechadaPrazo de validade: 5 Ano(s)Temperatura: inferior a 25°CCondições: Não congelar - Não comercializado - 10066803 - ; 4766085 - Frasco para injetáveis 5 unidade(s) 250 ml - Tipo de embalagem: FechadaPrazo de validade: 5 Ano(s)Temperatura: inferior a 25°CCondições: Não congelar - Não comercializado - 10066803 - ; 4766184 - Frasco para injetáveis 1 unidade(s) 500 ml - Tipo de embalagem: FechadaPrazo de validade: 5 Ano(s)Temperatura: inferior a 25°CCondições: Não congelar - Não comercializado - 10071056 - ; 4766283 - Frasco para injetáveis 5 unidade(s) 500 ml - Tipo de embalagem: FechadaPrazo de validade: 5 Ano(s)Temperatura: inferior a 25°CCondições: Não congelar - Não comercializado - 10071056 - ; 4766382 - Saco 1 unidade(s) 250 ml - Tipo de embalagem: FechadaPrazo de validade: 3 Ano(s)Temperatura: inferior a 25°CCondições: Não congelar - Não comercializado - 10066803 - ; 4766481 - Saco 5 unidade(s) 250 ml - Tipo de embalagem: FechadaPrazo de validade: 3 Ano(s)Temperatura: inferior a 25°CCondições: Não congelar - Não comercializado - 10066803 - ; 4766580 - Saco 1 unidade(s) 500 ml - Tipo de embalagem: FechadaPrazo de validade: 3 Ano(s)Temperatura: inferior a 25°CCondições: Não congelar - Não comercializado - 10071056 - ; 4766689 - Saco 5 unidade(s) 500 ml - Tipo de embalagem: FechadaPrazo de validade: 3 Ano(s)Temperatura: inferior a 25°CCondições: Não congelar - Não comercializado - 10071056 - ; 4767182 - Saco 1 unidade(s) 250 ml - Tipo de embalagem: FechadaPrazo de validade: 2 Ano(s)Temperatura: inferior a 25°CCondições: Não congelar - Não comercializado - 10066803 - ; 4767281 - Saco 5 unidade(s) 250 ml - Tipo de embalagem: FechadaPrazo de validade: 2 Ano(s)Temperatura: inferior a 25°CCondições: Não congelar - Não comercializado - 10066803 - ; 4767380 - Saco 1 unidade(s) 500 ml - Tipo de embalagem: FechadaPrazo de validade: 2 Ano(s)Temperatura: inferior a 25°CCondições: Não congelar - Não comercializado - 10071056 - ; 4767489 - Saco 5 unidade(s) 500 ml - Tipo de embalagem: FechadaPrazo de validade: 2 Ano(s)Temperatura: inferior a 25°CCondições: Não congelar - Não comercializado - 10071056 - ; 5459953 - Saco 20 unidade(s) 500 ml - Tipo de embalagem: FechadaPrazo de validade: 3 Ano(s)Temperatura: inferior a 25°CCondições: Não congelar - Comercializado - 10071056 - ; 5459920 - Saco 30 unidade(s) 250 ml - Tipo de embalagem: FechadaPrazo de validade: 3 Ano(s)Temperatura: inferior a 25°CCondições: Não congelar - Não comercializado - 10066803 - ; 5459938 - Saco 35 unidade(s) 250 ml - Tipo de embalagem: FechadaPrazo de validade: 3 Ano(s)Temperatura: inferior a 25°CCondições: Não congelar - Não comercializado - 10066803 - ; 5459946 - Saco 40 unidade(s) 250 ml - Tipo de embalagem: FechadaPrazo de validade: 3 Ano(s)Temperatura: inferior a 25°CCondições: Não congelar - Não comercializado - 10066803 - ; 5732631 - Frasco para injetáveis 20 unidade(s) 500 ml - Tipo de embalagem: FechadaPrazo de validade: 3 Ano(s)Temperatura: inferior a 25°CCondições: Não congelar - Não comercializado - 10071056 - ; 5732623 - Frasco para injetáveis 10 unidade(s) 500 ml - Tipo de embalagem: FechadaPrazo de validade: 3 Ano(s)Temperatura: inferior a 25°CCondições: Não congelar - Não comercializado - 10071056 - ; 5732607 - Frasco para injetáveis 30 unidade(s) 250 ml - Tipo de embalagem: FechadaPrazo de validade: 3 Ano(s)Temperatura: inferior a 25°CCondições: Não congelar - Não comercializado - 10066803 - ; 5732565 - Frasco para injetáveis 10 unidade(s) 250 ml - Tipo de embalagem: FechadaPrazo de validade: 3 Ano(s)Temperatura: inferior a 25°CCondições: Não congelar - Não comercializado - 10066803 - ; 5732557 - Frasco para injetáveis 1 unidade(s) 250 ml - Tipo de embalagem: FechadaPrazo de validade: 3 Ano(s)Temperatura: inferior a 25°CCondições: Não congelar - Não comercializado - 10066803 - ; 5732573 - Frasco para injetáveis 20 unidade(s) 250 ml - Tipo de embalagem: FechadaPrazo de validade: 3 Ano(s)Temperatura: inferior a 25°CCondições: Não congelar - Não comercializado - 10066803 - ; 5732615 - Frasco para injetáveis 1 unidade(s) 500 ml - Tipo de embalagem: FechadaPrazo de validade: 3 Ano(s)Temperatura: inferior a 25°CCondições: Não congelar - Não comercializado - 10071056 -
Status de autorização:
Autorizado
Número de autorização:
DE/H/0223/001
Data de autorização:
2000-10-27

APROVADO EM

26-10-2018

INFARMED

Folheto informativo: Informação para o utilizador

Voluven Fresenius, 60 mg/ml + 9 mg/ml solução para perfusão

Solução de hidroxietilamido (HES 130/0,4) numa solução isotónica de cloreto de

sódio

Advertência

Não utilizar em caso de sépsis (infeção generalizada grave),

compromisso renal ou em doentes em estado crítico.

Verificar as situações nas quais este medicamento nunca deverá ser utilizado na

secção 2.

Este medicamento está sujeito a monitorização adicional. Isto irá permitir a

rápida identificação de nova informação de segurança. Poderá ajudar, comunicando

quaisquer

efeitos

secundários

tenha.

Para

saber

como

comunicar

efeitos

secundários, veja o final da secção 4.

Leia com atenção todo este folheto antes de começar a utilizar este medicamento,

pois contém informação importante para si.

Conserve este folheto. Pode ter necessidade de o ler novamente.

Caso ainda tenha dúvidas, fale com o seu médico ou farmacêutico.

- Este medicamento foi receitado apenas para si. Não deve dá-lo a outros. O

medicamento pode ser-lhes prejudicial mesmo que apresentem os mesmos sinais de

doença.

- Se tiver quaisquer efeitos secundários, incluindo possíveis efeitos secundários não

indicados neste folheto, fale com o seu médico ou farmacêutico. Ver secção 4.

O que contém este folheto

1. O que é Voluven Fresenius e para que é utilizado

2. O que precisa de saber antes de utilizar o Voluven Fresenius

3. Como utilizar Voluven Fresenius

4. Efeitos secundários possíveis

5. Como conservar Voluven Fresenius

6. Conteúdo da embalagem e outras informações

1. O que é Voluven Fresenius e para que é utilizado

Voluven Fresenius é um substituto do volume plasmático, que é administrado para

repor

volume

sangue

caso

perda

sangue,

quando

outros

medicamentos chamados de cristaloides não são considerados suficientes por si só.

2. O que precisa de saber antes de utilizar Voluven Fresenius

Não utilize Voluven Fresenius se:

alergia

qualquer

substâncias

ativas

qualquer

outro

componente deste medicamento

sofre de infeção generalizada grave (sépsis)

sofre de queimaduras

APROVADO EM

26-10-2018

INFARMED

tem insuficiência renal ou está a fazer diálise

sofre de hemorragia cerebral (hemorragia intracraniana ou cerebral)

está em estado grave (por exemplo, necessita de estar numa unidade de cuidados

intensivos)

tem demasiado líquido no seu corpo e lhe foi dito que tem uma condição conhecida

como hiperhidratação

tem líquido nos pulmões (edema pulmonar)

está desidratado

foi informado que tem um grave aumento de sódio ou cloreto no sangue

tem função hepática gravemente prejudicada

tem insuficiência cardíaca grave

tem problemas graves de coagulação do sangue

recebeu um transplante de órgão

Advertências e precauções

É importante informar o seu médico se tem:

diminuição da sua função hepática

problemas com o seu coração ou circulação

distúrbios de coagulação do sangue (coagulação)

problemas com os seus rins.

Devido

risco

reações

alérgicas

(anafiláticas/anafilactóides),

cuidadosamente monitorizado para detetar os primeiros sinais de uma reação

alérgica quando lhe for administrado este medicamento.

Cirurgia e trauma:

O seu médico irá decidir cuidadosamente se este medicamento é adequado para si.

O seu médico irá ajustar a dose do Voluven Fresenius cuidadosamente a fim de

evitar uma sobrecarga de líquidos. Isto será feito, sobretudo se tem problemas com

os seus pulmões ou com o seu coração ou circulação.

A equipa de enfermagem vai também tomar medidas para observar o equilíbrio dos

fluidos do seu corpo, o nível de sal no sangue e a função renal. Se necessário,

podem ser-lhe administrados sais adicionais.

Além disso, será assegurado que recebe líquidos suficientes.

Voluven Fresenius é contraindicado se tem insuficiência renal ou lesão renal que

requeira diálise.

Se a insuficiência renal ocorrer durante o tratamento:

Se o médico detetar os primeiros sinais de insuficiência renal, vai interromper a

administração deste medicamento. Além disso, o seu médico pode necessitar de

monitorizar a sua função renal até 90 dias.

administrado

Voluven

Fresenius

repetidamente,

médico

irá

monitorizar a capacidade do seu sangue coagular, o tempo de hemorragia e outras

funções. No caso de uma diminuição da capacidade do seu sangue em coagular, o

seu médico irá interromper a administração deste medicamento.

APROVADO EM

26-10-2018

INFARMED

Se estiver a ser sujeito a uma cirurgia de coração aberto e estiver ligado uma

máquina cardiopulmonar para ajudar no bombeamento do sangue durante a cirurgia,

não se recomenda a administração desta solução.

Crianças

Existe

apenas uma

experiência

limitada

utilização

deste medicamento

crianças. Como tal, não é recomendada a administração deste medicamento em

crianças.

Outros medicamentos e Voluven Fresenius

Informe

médico

farmacêutico

estiver

utilizar,

tiver

utilizado

recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita

médica. Até à data, não são conhecidas interações com outros medicamentos

Voluven Fresenius com alimentos e bebidas

Desconhece-se

Voluven

Fresenius

tenha

efeito

negativo

quando

administrado ao mesmo tempo com comida ou bebidas.

Gravidez e amamentação

Se está grávida ou a amamentar, se pensa estar grávida ou planeia engravidar,

consulte o seu médico antes de tomar este medicamento.

Se está grávida, o seu médico irá apenas administrar-lhe Voluven Fresenius após

ponderar os benefícios versus o potencial risco para o bebé.

Se está a amamentar, o seu médico irá decidir se deve continuar/interromper a

amamentação ou continuar/interromper o tratamento com Voluven Fresenius tendo

em consideração o benefício da amamentação para o seu bebé e o benefício do

tratamento com Voluven Fresenius para si.

Não estão disponíveis dados clínicos da utilização deste medicamento em grávidas

(exceto na secção cesarianas, ver abaixo) e em mulheres a amamentar. Estudos em

animais não indicam efeitos nefastos diretos ou indiretos relativamente à gravidez,

desenvolvimento embrio/fetal, parto ou desenvolvimento após o nascimento. Não foi

observada nenhuma evidência de teratogenicidade.

Existe uma quantidade limitada de dados de estudos clínicos disponíveis sobre a

utilização

dose

única

Voluven

Fresenius

mulheres

grávidas

submetidas

cesariana

raquianestesia.

Nenhuma

influência

negativa

Voluven Fresenius na segurança do doente pode ser detetada; uma influência

negativa sobre o recém-nascido também não pode ser detetada.

Desconhece-se se o hidroxietilamido é excretado no leite humano. A excreção de

hidroxietilamido no leite não foi estudada em animais.

Condução de veículos e utilização de máquinas

A sua capacidade de condução de veículos ou utilização de máquinas não irá ser

afetada após a administração de Voluven Fresenius.

APROVADO EM

26-10-2018

INFARMED

3. Como utilizar Voluven Fresenius

O Voluven Fresenius irá ser-lhe administrado por e sob vigilância direta do seu

médico que irá controlar rigorosamente a quantidade de Voluven Fresenius que lhe

vai ser administrada.

Modo de administração

Irá ser-lhe administrado este medicamento por perfusão na veia (gota-a-gota

intravenosamente)

A velocidade de perfusão e a quantidade de solução perfundida, irá depender dos

seus requisitos específicos, a doença para qual o medicamento está a ser utilizado, e

pela referência da dose diária máxima.

Posologia

O seu médico irá decidir a dose correta que lhe vai ser administrada.

O seu médico irá utilizar a menor dose eficaz possível e não irá perfundir Voluven

Fresenius por mais de 24 horas.

A dose diária máxima é de 30 ml/kg para o Voluven Fresenius.

Utilização em crianças

Existe

apenas uma

experiência

limitada

utilização

deste medicamento

crianças. Como tal, não é recomendada a administração deste medicamento em

crianças.

Se utilizar mais Voluven do que deveria

Tal como todos os substitutos de volume, se lhe for administrado demasiado Voluven

Fresenius, o seu sistema circulatório pode sofrer uma sobrecarga, que pode resultar

em por exemplo retenção de água nos seus pulmões (edema pulmonar).

O seu médico irá assegurar que vai receber a quantidade correta de Voluven

Fresenius. Contudo, pessoas diferentes têm necessidades de doses diferentes e se a

dose for demasiada para si, o seu médico irá interromper a administração de

Voluven Fresenius imediatamente e, se necessário, administrar um medicamento

que elimine água do seu corpo (diurético).

Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento, fale com o seu

médico ou farmacêutico.

4. Efeitos secundários possíveis

Como todos os medicamentos, este medicamento pode causar efeitos secundários,

embora estes não se manifestem em todas as pessoas.

Muito frequentes:

Pode afetar mais do que 1 doente em 10 pessoas

Frequentes:

Pode afetar até 1 doente em 10 pessoas

Pouco frequentes:

Pode afetar até 1 doente em 100 pessoas

Raros:

Pode afetar até 1 doente em 1000 pessoas

Muito raros:

Pode afetar até 1 doente em 10000 pessoas

Desconhecida:

Não pode ser calculado a partir dos dados disponíveis

APROVADO EM

26-10-2018

INFARMED

Doenças do sangue e do sistema linfático

Raros

(pode

afetar

1000

pessoas):

Depois

administração

hidroxietilamido, consoante a dose podem ocorrer perturbações de coagulação para

além da diluição.

Doenças do sistema imunitário

Raros (pode afetar 1 em 1000 pessoas): Medicamentos contendo hidroxietilamido

podem levar a reações alérgicas graves (vermelhidão da pele, sintomas gripais

moderados, batimento cardíaco elevado ou baixo, inchaço da garganta e dificuldade

em respirar, líquido nos pulmões não causado por problemas no coração).

Afeções dos tecidos cutâneos e subcutâneos

Frequentes (pode afetar 1 em 10 pessoas): A comichão é um efeito secundário

conhecido do hidroxietilamido quando utilizado durante longos períodos de tempo em

doses elevadas.

Exames complementares de diagnóstico

Frequentes (pode afetar 1 em 10 pessoas): O nível da enzima amilase sérica pode

aumentar durante a administração de hidroxietilamido e pode interferir com o

diagnóstico de inflamação do pâncreas (pancreatite). No entanto, neste caso o nível

de amilase sérica aumentado não pode ser considerado diagnóstico de pancreatite.

Outros efeitos estão associados com a diluição do sangue, que ocorre com doses

elevadas, tais como o tempo de coagulação sanguínea prolongada.

Frequência desconhecida (não pode ser calculado a partir dos dados disponíveis)

Lesão renal

Lesão hepática

Comunicação de efeitos secundários

Se tiver quaisquer efeitos secundários, incluindo possíveis efeitos secundários não

indicados neste folheto, fale com o seu médico, ou farmacêutico ou enfermeiro.

Também poderá comunicar efeitos secundários diretamente ao INFARMED, I.P.

através dos contactos abaixo. Ao comunicar efeitos secundários, estará a ajudar a

fornecer mais informações sobre a segurança deste medicamento.

INFARMED, I.P.

Direção de Gestão do Risco de Medicamentos

Parque da Saúde de Lisboa, Av. Brasil 53

1749-004 Lisboa

Tel.: +351 21 798 73 73

Linha do Medicamento: 800222444 (gratuita)

Sítio da internet:

http://extranet.infarmed.pt/page.seram.frontoffice.seramhomepage

E-mail: farmacovigilancia@infarmed.pt

5. Como conservar Voluven Fresenius

Manter este medicamento fora da vista e do alcance das crianças.

Não congelar.

APROVADO EM

26-10-2018

INFARMED

Não utilize Voluven Fresenius após o prazo de validade (MM AAAA) impresso no

rótulo após EXP. O prazo de validade corresponde ao último dia do mês indicado.

O seu médico ou enfermeiro vai assegurar-se que a solução está límpida, livre de

partículas, que o recipiente não está danificado e que o invólucro protetor é

removido do saco de poliolefina (freeflex) antes de utilizar.

A solução deve ser utilizada imediatamente após a abertura, e qualquer solução

remanescente após o tratamento deve ser eliminada. Apenas para utilização única.

Não deite fora quaisquer medicamentos na canalização ou no lixo doméstico.

Pergunte ao seu farmacêutico como deitar fora os medicamentos que já não utiliza.

Estas medidas ajudarão a proteger o ambiente.

6. Conteúdo da embalagem e outras informações

Qual a composição de Voluven Fresenius

1000 ml de solução para perfusão contêm:

Substâncias ativas

Poli(O-2-hidroxietil)amido (Ph. Eur.)

- Substituição molar: 0,38 – 0,45

- Peso molecular médio: 130 000 Da

(fabricado

partir

amido

milho

ceroso)

60 g

Cloreto de sódio

Eletrólitos:

Na+ 154 mmol/l

Cl- 154 mmol/l

Osmolaridade teórica

Acidez titulada

308 mosm/l

<

mmol

NaOH/l

4,0 – 5,5

Outros componentes são: hidróxido de sódio, ácido clorídrico, água para preparações

injetáveis.

Qual o aspeto de Voluven Fresenius e conteúdo da embalagem

Voluven Fresenius é uma solução estéril, límpida a ligeiramente opalescente, incolor

a ligeiramente amarelada. Encontra-se nas seguintes apresentações:

Sacos flexíveis feitos de poliolefina (freeflex) ou sacos plastificados em PVC

em frascos de Polietileno (KabiPac)

ou em frascos de vidro

Saco em poliolefina (freeflex) com invólucro protetor

APROVADO EM

26-10-2018

INFARMED

1, 5, 10, 20, 30, 35, 40 x 250 ml

1, 5, 10, 15, 20 x 500 ml;

Frascos de Polietileno (KabiPac)

1,10, 20, 30 x 250ml

1, 10, 20 x 500ml

saco em PVC com invólucro protetor: 1, 5, 25 x 250 ml; 1, 5, 15 x 500 ml

Frasco de vidro incolor de tipo II com tampa em borracha em halobutilo e cápsula de

alumínio:

1, 10 x 250 ml; 1, 10 x 500 ml

É possível que não sejam comercializadas todas as apresentações.

Titular da Autorização de Introdução no Mercado e Fabricante

Titular da Autorização de Introdução no Mercado:

Fresenius Kabi Pharma Portugal, Lda.

Zona Industrial do Lagedo

3465-157 Santiago de Besteiros

Portugal

Tel: +351 214 241 280

Fabricantes:

Fresenius Kabi Deutschland GmbH

61346 Bad Homburg v.d.H.

Alemanha

Tel: +49 6172 686 0

email: Kundenberatung@fresenius-kabi.de

Fresenius Kabi France

6, rue du Rempart

BP 611

27400 Louviers Cedex

França

Tel: +33(0) 2 32 09 59 00

email: sylvie.berthou-talab@fresenius-kabi.com

Fresenius Kabi Polska Sp. z.o.o.

Wytwórnia Plynów Infuzyjnych

ul. Sienkiewicza 25

99-300 Kutno

Poland

APROVADO EM

26-10-2018

INFARMED

Este

medicamento

encontra-se

autorizado

Estados

Membros

Espaço

Económico Europeu (EEE) com os seguintes nomes:

Austria

Voluven (HES 130/0,4) 6 % - Infusionslösung

Bélgica

Voluven, 6% (60 mg/ml) oplossing voor infusie / solution pour

perfusion / Infusionslösung

Dinamarca

Voluven

Finlândia

Voluven 60 mg/ml infuusioneste, liuos

Alemanha

Voluven Fresenius 6% Infusionslösung

Grécia

Irlanda

Voluven 6% ∆ιάλυµα για έγχυση

Voluven 6% Solution for Infusion

Islândia

Voluven 6% Innrennslislyf, lausn

Itália

Voluven Soluzione per infusione

Luxemburgo

Voluven Fresenius 6%

Noruega

Voluven 60 mg/ml infusjonsvæske, oppløsning

Portugal

Voluven Fresenius

Suécia

Voluven, 60 mg/ml infusionsvätska, lösning

Holanda

Voluven, 6% (60 mg/ml) oplossing voor infusie

Reino Unido

Voluven 6% Solution for Infusion

Este folheto foi revisto pela última vez em 08/2018

-----------------------------------------------------------------------------------------------

-------------------

A informação que se segue destina-se apenas aos profissionais de saúde:

A administração do Hidroxietilamido (HES) deve ser restringida a uma fase inicial de

volume de ressuscitação com um intervalo de tempo máximo de 24h.

A dose diária máxima é 30 ml/kg para o Voluven Fresenius.

Deve ser aplicada a menor dose eficaz possível. O tratamento deve ser monitorizado

através da monitorização hemodinâmica contínua, de modo que a perfusão seja

interrompida assim que os objetivos hemodinâmicos apropriados sejam alcançados.

A dose diária máxima recomendada não deve ser excedida.

Os 10 a 20 ml iniciais devem ser perfundidos lentamente, mantendo o doente sob

observação cuidadosa para detetar tão precocemente quanto possível qualquer

reação anafilática/anafilatoide.

Se ocorrer uma reação anafilática/ anafilactóide, a perfusão deve ser interrompida

imediatamente e o tratamento de emergência médica apropriado iniciado.

A duração do tratamento depende de:

Da extensão de baixo volume de sangue

Pressão sanguínea

A diluição do sangue e seus componentes (plaquetas, glóbulos vermelhos etc.)

Utilização em crianças

Existe

apenas uma

experiência

limitada

utilização

deste medicamento

crianças. Como tal, não é recomendada a administração deste medicamento em

crianças.

APROVADO EM

26-10-2018

INFARMED

Apenas para utilização única.

Para ser utilizado imediatamente depois do frasco ou saco serem abertos.

Qualquer solução não utilizada deve ser eliminada.

Utilizar apenas soluções límpidas, livres de partículas e recipientes não danificados.

Retirar o invólucro protetor do saco de poliolefina (freeflex) e do saco de PVC antes

de utilizar.

APROVADO EM

26-10-2018

INFARMED

RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO

Contraindicações

Não utilizar em caso de sépsis, compromisso renal ou em doentes em estado crítico.

Ver secção 4.3.

Este medicamento está sujeito a monitorização adicional. Isto irá permitir a

rápida identificação de nova informação de segurança. Pede-se aos profissionais de

saúde que notifiquem quaisquer suspeitas de reações adversas. Para saber como

comunicar efeitos secundários, ver secção 4.8.

1. NOME DO MEDICAMENTO

Voluven Fresenius 60 mg/ml + 9 mg/ml solução para perfusão

Solução a 6% para perfusão.

2. COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA

1000 ml de solução para perfusão contêm:

Poli(O-2-hidroxietil)amido (Ph. Eur)

- Substituição molar 0,38 - 0,45

- Peso molecular médio:130 000 Da

(fabricado a partir de amido de milho

ceroso)

60,00 g

Cloreto de sódio

9,00 g

Eletrólitos:

Na+ 154 mmol

Cl- 154 mmol

Osmolaridade teórica

Acidez titulada

308 mosm/l

4,0 - 5,5

< 1,0 mmol NaOH/l

Lista completa de excipientes, ver secção 6.1.

3. FORMA FARMACÊUTICA

Solução para perfusão.

Solução límpida a ligeiramente opalescente, incolor a ligeiramente amarelada.

4. INFORMAÇÕES CLÍNICAS

APROVADO EM

26-10-2018

INFARMED

4.1 Indicações terapêuticas

Tratamento da hipovolemia provocada por perda aguda de sangue quando os

cristaloides por si só não são considerados suficientes (ver secções 4.2, 4.3 e 4.4)

4.2 Posologia e modo de administração

Por via intravenosa por perfusão.

A administração do Hidroxietilamido (HES) deve ser restringida a uma fase inicial de

volume de ressuscitação com um intervalo de tempo máximo de 24h.

Os 10 a 20 ml iniciais devem ser perfundidos lentamente, mantendo o doente sob

observação cuidadosa para detetar tão precocemente quanto possível qualquer

reação anafilática/anafilactóide.

A dose diária e a velocidade de perfusão dependem da perda sanguínea do doente,

da manutenção ou recuperação da hemodinâmica e da hemodiluição (efeito de

diluição).

A dose diária máxima é 30 ml/kg para o Voluven Fresenius 6%.

Deve ser aplicada a menor dose eficaz possível. O tratamento deve ser monitorizado

através da monitorização hemodinâmica contínua, de modo que a perfusão seja

interrompida assim que os objetivos hemodinâmicos apropriados sejam alcançados.

A dose diária máxima recomendada não deve ser excedida.

População Pediátrica:

Os dados são limitados em crianças, por conseguinte, não é recomendada a

administração de medicamentos contendo HES nesta população.

4.3 Contraindicações

Hipersensibilidade à substância ativa ou a qualquer um dos excipientes mencionados

na secção 6.1

Sépsis

Queimaduras

Compromisso renal ou terapêutica de substituição renal

Hemorragia intracraniana ou cerebral

Doentes em estado crítico (geralmente admitidos na unidade de cuidados intensivos)

Hiperhidratação

Edema pulmonar

Desidratação

Hipernatremia grave ou hipercloremia grave

Compromisso hepático grave

Insuficiência cardíaca congestiva

Coagulopatia grave

Doentes submetidos a transplante de órgãos

4.4 Advertências e precauções especiais de utilização

APROVADO EM

26-10-2018

INFARMED

O doente deve ser cuidadosamente monitorizado e a perfusão instituída a uma

velocidade reduzida devido ao risco de reações alérgicas (anafilática/anafilactóides).

(ver secção 4.8).

Cirurgia e trauma:

Não existem dados robustos de segurança a longo prazo em doentes submetidos a

procedimentos cirúrgicos e em doentes com trauma. O benefício esperado do

tratamento

deve

cuidadosamente

ponderado

relação

incerteza

relativamente à segurança a longo prazo. Devem ser consideradas outras opções de

tratamento disponíveis.

indicação

terapêutica

volume

de substituição

com HES

considerada com cuidado, e é necessária uma monitorização hemodinâmica para

controlo do volume e da dose. (Ver também a secção 4.2).

Deve sempre ser evitado a sobrecarga de volume por sobredosagem ou perfusão

demasiado rápida. A dose deve ser ajustada com cuidado, particularmente em

doentes com problemas pulmonares e cardiocirculatórios. Os eletrólitos, o equilíbrio

hídrico e a função renal devem ser cuidadosamente monitorizados.

medicamentos

contendo

são

contraindicados

doentes

compromissorenal

terapêutica

substituição

renal

(ver

secção

4.3).

administração de HES deve ser interrompida ao primeiro sinal de lesão renal.

Foi relatada uma maior necessidade de terapêutica de substituição renal até 90 dias

após a administração de HES. A monitorização da função renal em doentes é

recomendada durante pelo menos 90 dias.

Deve haver um cuidado especial no tratamento de doentes com compromisso

hepático ou em doentes com distúrbios de coagulação do sangue.

A hemodiluição grave resultante de doses elevadas de soluções de HES deve

também ser evitada no tratamento de doentes hipovolémicos.

No caso de administração repetida, os parâmetros de coagulação do sangue devem

ser cuidadosamente monitorizados. Descontinuar a administração de medicamentos

contendo HES, ao primeiro sinal de coagulopatia.

Em doentes submetidos a cirurgia de coração aberto, em associação com bypass

cardiopulmonar,

administração

medicamentos

contendo

não

recomendada devido ao risco de hemorragias excessivas.

População pediátrica:

Os dados são limitados em crianças, por conseguinte, não é recomendada a

administração de HES nesta população. (ver secção 4.2)

4.5 Interações medicamentosas e outras formas de interação

Não foram realizados estudos de interação.

Consultar a secção4.8 relativa à concentração de amilase sérica que pode aumentar

durante a administração de hidroxietilamido e pode interferir com o diagnóstico de

pancreatite.

4.6 Fertilidade, gravidez e aleitamento

APROVADO EM

26-10-2018

INFARMED

Fertilidade

Não existem dados sobre o efeito de Voluven Fresenius 6% sobre a fertilidade

humana.

Estudos em animais efectuados com doses terapêuticas em humanos, não indicaram

efeitos nocivos respeitantes à fertilidade, no entanto observaram-se alterações na

fertilidade na dose tóxica materna (ver secção 5.3).

Gravidez

Para o Voluven Fresenius não existem dados clínicos disponíveis da exposição em

grávidas.

Existem dados limitados de estudos clínicos disponíveis sobre a utilização de uma

dose única de Voluven Fresenius em mulheres grávidas submetidas a cesariana com

raquianestesia. Nenhuma influência negativa de Voluven Fresenius na segurança do

doente pode ser detetada; uma influência negativa sobre o recém-nascido também

não pode ser detetada (ver secção 5.1).

Estudos em animais não indicam efeitos nocivos diretos ou indiretos relativamente

toxicidade reprodutiva em doses terapêuticas em humanos (ver secção 5.3).

O Voluven Fresenius só deve ser utilizado durante a gravidez, apenas se o potencial

benefício justificar o risco potencial para o feto.

Amamentação

Desconhece-se se o hidroxietilamido é excretado no leite materno humano. A

excreção de hidroxietilamido no leite não foi estudada em animais. A decisão de

continuar/interromper o aleitamento ou continuar/interromper a terapêutica com

Voluven

Fresenius

deve

efetuada

tendo

consideração

benefício

aleitamento para a criança e o benefício do tratamento com Voluven Fresenius para

a mulher.

4.7 Efeitos sobre a capacidade de conduzir e utilizar máquinas

Não relevantes.

4.8 Efeitos indesejáveis

Os efeitos indesejáveis estão divididos em: Muito frequentes (³1/10), Frequentes

(³1/100 a <1/10), Pouco frequentes (³1/1000 a <1/100), Raros (³1/10 000 a

<1/1000), Muito raros (<1/10 000), desconhecido (não pode ser calculado a partir

dos dados disponíveis).

Doenças do sangue e do sistema linfático

Raro (em doses elevadas):Com a administração de hidroxietilamido perturbações na

coagulação do sangue podem ocorrer dependendo da dose.

Doenças do sistema imunitário

Raro:

medicamentos

contendo

hidroxietilamido

podem

levar

reações

anafiláticas/anafilactóides (hipersensibilidade, sintomas moderados semelhantes à

influenza, bradicardia, taquicardia, broncospasmos, edema pulmonar não cardíaco).

Nos acontecimentos de reação de intolerância que ocorram, a perfusão deve ser

APROVADO EM

26-10-2018

INFARMED

descontinuada imediatamente e o tratamento de emergência médica apropriado

iniciado.

Afeções dos tecidos cutâneos e subcutâneos

Frequente (dependente da dose):A administração prolongada de elevadas doses de

hidroxietilamido pode provocar prurido (comichão) que é um conhecido efeito

indesejável aos hidroxietilamidos.

Exames complementares de diagnóstico

Frequente (dependente da dose): A concentração do nível de amílase sérica pode

aumentar durante a administração de hidroxietilamido e pode interferir com o

diagnóstico de pancreatite. A amilase elevada é devida a formação de um complexo

enzima-substrato de amílase e hidroxietilamido sujeita a uma eliminação lenta e não

pode ser considerado diagnóstico de pancreatite.

Frequente (dependente da dose): Em doses elevadas os efeitos de diluição podem

resultar na correspondente diluição dos componentes sanguíneos tais como fatores

de coagulação e proteínas plasmáticas e numa diminuição do hematócrito.

Afeções hepatobiliares

Frequência desconhecido (não pode ser calculado a partir dos dados disponíveis):

Lesão hepática

Doenças renais e urinárias

Frequência desconhecido (não pode ser calculado a partir dos dados disponíveis):

Lesão renal

Notificação de suspeitas de reações adversas

A notificação de suspeitas de reações adversas após a autorização do medicamento é

importante, uma vez que permite uma monitorização contínua da relação benefício-

risco do medicamento. Pede-se aos profissionais de saúde que notifiquem quaisquer

suspeitas de reações adversas através de:

INFARMED, I.P.

Direção de Gestão do Risco de Medicamentos

Parque da Saúde de Lisboa, Av. Brasil 53

1749-004 Lisboa

Tel.: +351 21 798 73 73

Linha do Medicamento: 800222444 (gratuita)

Sítio da internet:

http://extranet.infarmed.pt/page.seram.frontoffice.seramhomepage

E-mail: farmacovigilancia@infarmed.pt

4.9 Sobredosagem

Tal como todos os substitutos de volemia, a sobredosagem pode levar à sobrecarga

do sistema circulatório (por. ex. edema pulmonar). Neste caso, a perfusão deve ser

imediatamente

interrompida

caso

seja

necessário,

deve

administrar-se

diurético.

5. PROPRIEDADES FARMACOLÓGICAS

APROVADO EM

26-10-2018

INFARMED

5.1 Propriedades farmacodinâmicas

Grupo farmacoterapêutico: 12.6. Corretivos da volemia e das alterações eletrolíticas.

Substitutos do plasma e das frações proteicas do plasma. Código ATC: B05AA07

O Voluven Fresenius é um coloide artificial para substituição da volemia cujo efeito

na expansão da volemia intravascular e hemodiluição depende da substituição molar

por grupos hidroxietil (0,4), do peso molecular médio (130 000 Da), da concentração

(6%), assim como da dosagem e da velocidade de perfusão. O hidroxietilamido (HES

130/0,4) contido no Voluven Fresenius é fabricado a partir de amido de milho ceroso

e tem um padrão de substituição (rácio C2/C6) de aproximadamente 8-12.

A perfusão de 500 ml de Voluven Fresenius, durante 30 minutos, em voluntários,

resulta num aumento do volume não expansivo estável de aproximadamente 100%

do volume perfundido, que dura aproximadamente 4 a 6 horas.

A troca isovolémica

sangue com

Voluven

Fresenius

mantém

volemia

sanguínea durante, pelo menos, 6 horas.

Tratamento de mulheres grávidas submetidas a cesariana

Existem dados limitados de estudos clínicos disponíveis da utilização de uma dose

única de Voluven Fresenius em mulheres grávidas submetidas a cesariana com

raquianestesia.

ocorrência

hipotensão

significativamente

menor

para

Voluven Fresenius em comparação com cristaloide controlo (36,6% vs 55,3%). De

modo geral, a avaliação da eficácia demostrou benefícios significativos para Voluven

Fresenius na prevenção da hipotensão e na ocorrência de hipotensão grave em

relação ao cristaloide controlo.

5.2 Propriedades farmacocinéticas

A farmacocinética do hidroxietilamido é complexa e depende do peso molecular e

principalmente do grau de substituição molar. Quando aplicado por via intravenosa,

as moléculas mais pequenas do que o limiar renal (60 000-70 000 Da) são

prontamente excretadas na urina enquanto que os maiores são metabolizados pela

α-amilase plasmática antes dos produtos da degradação serem excretados pelo rim.

O peso molecular médio in vivo do Voluven Fresenius no plasma é de 70 000 – 80

000 Da imediatamente após a perfusão e permanece acima do limiar renal durante o

período terapêutico.

O volume de distribuição é de cerca de 5,9 litros. Após 30 minutos de perfusão, o

nível plasmático de Voluven Fresenius é ainda de 75% da concentração máxima.

Depois de 6 horas, o nível plasmático desceu para 14%. Após uma dose única de

500 ml de hidroxietilamido, os níveis plasmáticos regressaram praticamente ao nível

basal após 24 horas.

A depuração plasmática foi de 31,4 ml/min, quando se administraram 500 ml de

Voluven

Fresenius,

14,3

mg/ml

demonstra

farmacocinética não linear. As semividas plasmáticas foram t ½ α = 1,4 h e t ½ β =

12,1 h quando os 500 ml foram administrados de uma única vez.

APROVADO EM

26-10-2018

INFARMED

Usando a mesma dose (500 ml) em doentes com compromisso renal ligeiro estável a

grave a AUC aumenta moderadamente segundo um fator de 1,7 (limites de

confiança

1,44

2,07)

doentes

CLCr

<

ml/min,

comparativamente com os de ≥ 50 ml/min. O tempo de semivida final e o pico de

concentração do HES não foram afetados pelo compromisso renal. A uma CLCr

≥30 ml/min, 59% do fármaco pode ser recuperado na urina, contra 51% a uma CLCr

entre 15 e 30 ml/min.

Não ocorreu acumulação plasmática significativa mesmo após uma administração

diária de 500 ml de uma solução a 10% contendo HES 130/0,4 a voluntários,

durante um período de 10 dias. Num modelo experimental com ratos utilizando

doses repetidas de 0,7 g/kg de peso corporal (p.c.) por dia de Voluven Fresenius

durante 18 dias, 52 dias após a última administração, a acumulação nos tecidos era

de 0,6% da dose total administrada.

Num outro estudo farmacocinético, oito doentes estáveis com doença renal em

estado terminal (DRET) a necessitarem de hemodiálise, receberam uma dose única

de 250 ml (15 g) de HES 130/0,4 (6%).

3,6 g (24%) da dose de HES foi eliminado durante uma sessão de hemodiálise de 2

horas (500 ml dialisado por minuto, Filter HD Highflux FX 50, Fresenius Medical Care,

Alemanha). Após 24 horas, a concentração plasmática média de HES foi de 0,7

mg/ml. Após 96 horas, a concentração média no plasma de HES foi de 0,25 mg/ml.

O HES 130/0,4 (6%) é contraindicado em doentes que recebem tratamento de

diálise (ver secção 4.3).

5.3 Dados de segurança pré-clínica

Toxicidade subcrónica:

A perfusão intravenosa de 9 g do hidroxietilamido contido no Voluven Fresenius/kg

p.c./dia em ratos e cães durante 3 meses não provocou sinais de toxicidade, exceto

para uma toxicidade causada pela sobrecarga de trabalho do rim e do fígado,

captação

metabolismo

hidroxietilamido

sistema

reticulo-endotelial,

parênquima hepático e outros tecidos associados ao estado não fisiológico dos

animais durante o período de teste.

A dose tóxica mais baixa é superior a 9 g do hidroxietilamido contido no Voluven

Fresenius/kg p.c./dia, que é, pelo menos, 5 vezes superior aos níveis da dose

terapêutica máxima para o ser humano.

Toxicidade reprodutiva:

O tipo de hidroxietilamido presente no Voluven Fresenius não teve propriedades

teratogénicas em ratos ou coelhos. Em coelhos, foram observados efeitos letais para

o embrião com uma dose de 5g de HES 130/0,4 (50 ml de Voluven 10% por /kg

peso corporal/dia. Em ratos, a injeção por bólus de 5 g HES 130/0,4 (50ml Voluven

10%) por Kg peso corporal/dia durante a gravidez e lactação reduziu o peso corporal

das crias e induziu atrasos no crescimento. Foram observados sinais de sobrecarga

hídrica nas fêmeas. Estes efeitos ocorreram numa dose 2,8 vezes superior à dose

terapêutica máxima em humanos.Num estudo de fertilidade em ratos, apenas para a

dose tóxica materna mais elevada de 5g HES 130/0,4 por kg de peso corporal

administrada em bólus, observou-se uma ligeira diminuição do número de corpo

lúteo e locais de implantação e consequentemente do número médio de fetos. Esta

dose é 2,8 vezes maior que a dose terapêutica máxima em humanos.

APROVADO EM

26-10-2018

INFARMED

6. INFORMAÇÕES FARMACÊUTICAS

6.1 Lista dos excipientes

Hidróxido de sódio

Ácido clorídrico

Água para preparações injetáveis

6.2 Incompatibilidades

A mistura com outros fármacos deve ser evitada. Se, em casos excecionais, for

necessária uma mistura com outros fármacos, deve tomar-se algum cuidado com a

compatibilidade (turvação ou precipitação), injeção asséptica e boa mistura.

6.3 Prazo de validade

Prazo de validade do produto embalado para venda:

Frasco de vidro: 5 anos

Saco freeflex: 3 anos

Kabipac: 3 anos

Saco em PVC: 2 anos

Prazo de validade após a primeira abertura da embalagem:

O produto deve ser utilizado imediatamente após a abertura.

6.4 Precauções especiais de conservação

Não congelar.

6.5 Natureza e conteúdo do recipiente

Frasco de vidro incolor de tipo II com tampa de borracha em halobutilo e cápsula de

alumínio:

1, 5, 10 x 250 ml; 1, 5, 10 x 500 ml

Saco em poliolefina (freeflex)

com invólucro protetor

1, 5, 10, 20, 30, 35, 40 x 250 ml

1, 5, 10, 15, 20 x 500 ml;

Frasco de Polietileno (KabiPac)

1, 10, 20, 30 x 250 ml

1, 10, 20 x 500 ml

saco em PVC

1, 5, 25 x 250 ml, 1, 5, 15 x 500 ml

É possível que não sejam comercializadas todas as apresentações.

6.6 Precauções especiais de eliminação e manuseamento

Apenas para utilização única.

APROVADO EM

26-10-2018

INFARMED

Para ser utilizado imediatamente depois do frasco ou saco terem sido abertos.

Não utilizar o Voluven Fresenius depois de expirar a data de validade. Qualquer

solução remanescente deve ser eliminada.

Utilizar

apenas

soluções

límpidas,

isentas

partículas

contentores

não

danificados.

Qualquer medicamento não utilizado ou resíduos devem ser eliminados de acordo

com as exigências locais.

7. TITULAR DA AUTORIZAÇÃO DE INTRODUÇÃO NO MERCADO

Fresenius Kabi Pharma Portugal, Lda.

Zona Industrial do Lagedo

3465-157 Santiago de Besteiros

Portugal

8. NÚMERO(S) DA AUTORIZAÇÃO DE INTRODUÇÃO NO MERCADO

N.º de registo: 4765988 – 1 unidade, 250 ml, frasco de vidro incolor

N.º de registo: 4766085 – 5 unidades, 250 ml, frasco de vidro incolor

N.º de registo: 3369089 – 10 unidades, 250 ml, frasco de vidro incolor

N.º de registo: 4766184 – 1 unidade, 500 ml, frasco de vidro incolor

N.º de registo: 4766283 – 5 unidades, 500 ml, frasco de vidro incolor

N.º de registo: 3369188 – 10 unidades, 500 ml, frasco de vidro incolor

N.º de registo: 4766382 – 1 unidade, 250 ml, saco freeflex com invólucro protetor

N.º de registo: 4766481 – 5 unidades, 250 ml, saco freeflex com invólucro protetor

N.º de registo: 3369287 – 10 unidades, 250 ml, saco freeflex com invólucro protetor

N.º de registo: 3369386 – 20 unidades, 250 ml, saco freeflex com invólucro protetor

N.º de registo: 5459920 – 30 unidades, 250 ml, saco freeflex com invólucro protetor

N.º de registo: 5459938 – 35 unidades, 250 ml, saco freeflex com invólucro protetor

N.º de registo: 5459946 – 40 unidades, 250 ml, saco freeflex com invólucro protetor

N.º de registo: 4766580 – 1 unidade, 500 ml, saco freeflex com invólucro protetor

N.º de registo: 4766689 – 5 unidades, 500 ml, saco freeflex com invólucro protetor

N.º de registo: 3369485 – 10 unidades, 500 ml, saco freeflex com invólucro protetor

N.º de registo: 3369584 – 15 unidades, 500 ml, saco freeflex com invólucro protetor

N.º de registo: 5459953 – 20 unidades, 500 ml, saco freeflex com invólucro protetor

N.º de registo: 5732557 – 1 unidade, 250 ml, Frasco de Polietileno (Kabipac)

N.º de registo: 5732565 – 10 unidades, 250 ml, Frasco de Polietileno (Kabipac)

N.º de registo: 5732573 – 20 unidades, 250 ml, Frasco de Polietileno (Kabipac)

N.º de registo: 5732607 – 30 unidade, 250 ml, Frasco de Polietileno (Kabipac)

N.º de registo: 5732615 – 1 unidades, 500 ml, Frasco de Polietileno (Kabipac)

N.º de registo: 5732623 – 10 unidades, 500 ml, Frasco de Polietileno (Kabipac)

N.º de registo: 5732631 – 20 unidades, 500 ml, Frasco de Polietileno (Kabipac)

N.º de registo: 4767182 – 1 unidade, 250 ml, saco em PVC

N.º de registo: 4767281 – 5 unidades, 250 ml, saco em PVC

N.º de registo: 3369881 – 25 unidades, 250 ml, saco em PVC

N.º de registo: 4767380 – 1 unidade, 500 ml, saco em PVC

N.º de registo: 4767489 – 5 unidades, 500 ml, saco em PVC

N.º de registo: 3369980 – 15 unidades, 500 ml, saco em PVC

APROVADO EM

26-10-2018

INFARMED

9. DATA DA PRIMEIRA AUTORIZAÇÃO/RENOVAÇÃO DA AUTORIZAÇÃO DE

INTRODUÇÃO NO MERCADO

Data da primeira autorização: 27/10/2000.

Data da última renovação: 21/09/2017

10. DATA DA REVISÃO DO TEXTO

Produtos Similares

Pesquisar alertas relacionados a este produto

Ver histórico de documentos

Compartilhe esta informação