CUNISER 500 Gonadotrofina sérica equina (PMSG) em pó e solvente para solução injetável

Portugal - português - DGAV (Direção Geral de Alimentação e Veterinária)

Compre agora

Ingredientes ativos:
Gonadotrofina Sérica Equina 500.0 UI
Disponível em:
Laboratórios Hipra
Código ATC:
QG03GA03
DCI (Denominação Comum Internacional):
Human Serum Equine
Forma farmacêutica:
Pó e solvente para solução injetável
Via de administração:
Via intramuscular; Via subcutânea
Tipo de prescrição:
MSRMV - Medicamento Sujeito a Receita Médico-Veterinária
Grupo terapêutico:
Coelhos*
Área terapêutica:
Gonadotropina Sérica
Resumo do produto:
Intervalo de Segurança: Carne e Vísceras (lagomorfos) - 0 dias; ; Frasco(s) - 1 unidade(s) - 10 ml (+ 1 fr. 20ml solvente) 057/01/08RFVPT Autorizado Sim; Frasco(s) - 10 unidade(s) - 10 ml (+ 10 fr. 20ml solvente) 057/01/08RFVPT Autorizado Sim
Número de autorização:
057/01/08RFVPT

Leia o documento completo

Direção-Geral de Alimentação e Veterinária – DSMDS

Última revisão do texto em Abril de 2013

Página 1 de 22

[Version 7.3.2, 10/2011]

ANEXO I

RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO

Direção-Geral de Alimentação e Veterinária – DSMDS

Última revisão do texto em Abril de 2013

Página 2 de 22

1.

NOME DO MEDICAMENTO VETERINÁRIO

CUNISER 500

Gonadotrofina sérica equina (PMSG) em pó e solvente para solução injetável

2.

COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA

Substância activa:

Gonadotrofina sérica equina (PMSG)….. 500 UI

Para a lista completa de excipientes, ver secção 6.1.

Solvente:

20 ml de solução tampão fosfato (PBS)

Componentes: dihidrogenofosfato de potássio, hidrogenofosfato dissódico dodeca-hidratado, cloreto

de sódio, cloreto de potássio e água para preparações injetáveis.

Cada frasco de pó liofilizado é dissolvido no volume apropriado de solvente para reconstituição

(20 ml). A concentração final de PMSG é 25 UI/ml.

3.

FORMA FARMACÊUTICA

Pó e solvente para solução injetável.

4.

INFORMAÇÕES CLÍNICAS

4.1

Espécie(s)-alvo

Coelhos: Coelha reprodutora.

4.2

Indicações de utilização, especificando as espécies-alvo

Coelhos: Coelha reprodutora : Indução e sincronização do estro.

4.3

Contra-indicações

Não administrar em caso de hipersensibilidade à substância activa ou a algum dos excipientes .

Não administrar a coelha reprodutora com ovários poliquísticos.

4.4

Advertências especiais <para cada espécie-alvo>

Ajustar

dose.

dose

mais

elevada

PMSG

não

implica

aumento

eficácia

medicamento veterinário.

Direção-Geral de Alimentação e Veterinária – DSMDS

Última revisão do texto em Abril de 2013

Página 3 de 22

4.5

Precauções especiais de utilização

Precauções especiais para utilização em animais

Nenhuma.

Precauções especiais que devem ser tomadas pela pessoa que administra o medicamento aos

animais

O medicamento veterinário deve ser administrado com precaução.

No caso de contacto com os olhos ou a pele, lavar com água abundante durante alguns minutos.

Em caso de auto-injeção acidental, dirija-se imediatamente a um médico e mostre-lhe o folheto

informativo ou o rótulo.

O tratamento sintomático dos animais deve ser feito pelo médico veterinário.

4.6

Reacções adversas (frequência e gravidade)

Em casos raros podem aparecer erupções ou choque anafiláctico pouco tempo após a administração

da dose habitual. Nesse caso, administrar uma injeção de adrenalina ou corticóides por via intravenosa

ou intramuscular quando surgirem os primeiros sintomas.

4.7

Utilização durante a gestação, a lactação e a postura de ovos

Não utilizar durante toda a gestação

4.8

Interacções medicamentosas e outras formas de interacção

Desconhecidas.

4.9

Posologia e via de administração

Via de administração: intramuscular ou subcutânea.

Administrar

coelha

reprodutora

equivalente

medicamento

veterinário

reconstituído por coelha reprodutora .

Administrar 48 horas antes do acasalamento ou inseminação artificial.

O medicamento veterinário deve ser reconstituído utilizando a totalidade do volume de solvente que o

acompanha (20 ml de solução tampão fosfato).

Dissolver o pó liofilizado numa pequena quantidade de solvente. Misturar até obter uma solução

homogénea. Introduzir esta solução num frasco contendo o restante solvente e misturar até completa

dissolução. A concentração final de PMSG é 25 UI/ml.

4.10

Sobredosagem (sintomas, procedimentos de emergência, antídotos), (se necessário)

Não ocorrem reacções adversas quando é administrada uma dose de 125 UI (5 vezes a dose

recomendada).

Uma dose mais elevada de PMSG não aumenta a eficácia do medicamento veterinário.

Uma sobredosagem pode dar origem a superovulações e/ou gestações com um elevado número de

crias. Isto implica um aumento da taxa de mortalidade embrionária e neonatal. Para além disso, a

longo prazo, pode causar a síntese de anticorpos anti-PMSG.

excessiva concentração de

PMSG

iria prolongar

presença

do antro e/ou

folículos pré-

ovulatórios que podem levar a quistos ováricos.

Direção-Geral de Alimentação e Veterinária – DSMDS

Última revisão do texto em Abril de 2013

Página 4 de 22

4.11

Intervalo(s) de segurança

Zero dias.

5.

PROPRIEDADES IMUNOLÓGICAS

Grupo farmacoterapêutico: Gonadotrofinas e outros estimulantes da ovulação.

Código ATCvet: QG03GA03

A gonadotrofina sérica equina é uma glicoproteína que se forma nas camadas do endométrio do útero

de éguas gestantes e é obtida directamente do soro ou plasma desses animais.

5.1

Propriedades farmacodinâmicas

A actividade fisiológica da PMSG é semelhante à hormona folículo-estimulante (FSH) embora

também revele certa actividade típica da hormona luteinizante (LH); estas propriedades folículo

estimulantes e luteinizantes são responsáveis pela sua actividade farmacológica.

A PMSG estimula o aumento do número e proliferação dos folículos. Da mesma maneira, estimula o

crescimento e maturação dos folículos ováricos e formação do corpo lúteo. Tudo isto vai levar a uma

maior

produção

estrogénios

consequente

acentuação

comportamento

sexual

coelha

reprodutora tratada.

5.2

Propriedades farmacocinéticas

Quando a PMSG é administrada por via oral é destruído pelas enzimas do tracto gastrointestinal.

Assim, apenas é efectiva depois de administrado por via parental.

Depois da administração intramuscular ou subcutânea, a absorção de PMSG atinge a concentração

máxima sérica entre as 12 e 24 horas pós-administração.

Esta hormona segue o modelo bicompartimental com uma rápida distribuição e uma lenta fase de

eliminação.

A PMSG é metabolizada ao nível hepático pelas mesmas vias metabólicas que as proteínas e os

hidratos de carbono. É necessária a eliminação do ácido siálico para que a molécula possa interagir

com as membranas das células hepáticas e ser metabolizado nas mesmas.

O tempo de semivida de eliminação é elevado (40-125 horas). A PMSG tem um longo tempo de

actividade, no qual não sofre filtração glomerular e assim permanece bastante tempo na circulação

sistémica dos animais tratados.

6.

INFORMAÇÕES FARMACÊUTICAS

6.1

Lista de excipientes

Dihidrogenofosfato de potássio

Hidrogenofosfato dissódico dodeca-hidratado

Manitol

Povidona

Simeticone

Água para injetáveis

Direção-Geral de Alimentação e Veterinária – DSMDS

Última revisão do texto em Abril de 2013

Página 5 de 22

6.2

Incompatibilidades

Desconhecidas.

6.3

Prazo de validade

Prazo de validade do medicamento veterinário tal como embalado para venda: 2 anos.

Prazo de validade após diluição ou reconstituição de acordo com as instruções: Utilizar imediatamente.

6.4

Precauções especiais de conservação

Conservar no frigorífico (2ºC - 8ºC).

6.5

Natureza e composição do acondicionamento primário

O pó liofilizado está contido em:

- Frascos de vidro incolores de 10 ml tipo I, selado com rolhas de elastómero e cápsulas de alumínio

flip-off, em caixa de cartão.

O solvente está contido em:

- Frascos de vidro incolores de 20 ml tipo I que contêm 20 ml de solvente, em caixa de cartão.

Apresentações:

Embalagem unitária:

1 caixa de cartão com 1 frasco de CUNISER 500 (fracção liofilizada)

1 caixa de cartão com 1 frasco de diluente para CUNISER 500 (solução tampão fosfato, PBS)

Embalagem clínica:

1 caixa de cartão contendo 10 frascos de CUNISER 500 (fracção liofilizada)

1 caixa de cartão contendo 10 frascos de diluente para CUNISER 500 (solução tampão fosfato, PBS)

É possível que não sejam comercializadas todas as apresentações.

6.6

Precauções especiais para a eliminação de medicamentos veterinários não utilizados ou de

desperdícios derivados da utilização desses medicamentos

O medicamento veterinário não utilizado ou os seus desperdícios devem ser eliminados de acordo com

a legislação em vigor.

7.

TITULAR DA AUTORIZAÇÃO DE INTRODUÇÃO NO MERCADO

LABORATORIOS HIPRA, S.A.

Avda. la Selva, 135

17170 Amer (Girona)

Espanha

8.

NÚMERO(S) DE REGISTO DA AUTORIZAÇÃO DE INTRODUÇÃO NO MERCADO

057/01/08RFVPT

Direção-Geral de Alimentação e Veterinária – DSMDS

Última revisão do texto em Abril de 2013

Página 6 de 22

9.

DATA DA PRIMEIRA AUTORIZAÇÃO/RENOVAÇÃO DA AUTORIZAÇÃO

08.02.2008

10.

DATA DA REVISÃO DO TEXTO

Abril de 2013

PROIBIÇÃO DE VENDA, FORNECIMENTO E/OU UTILIZAÇÃO

Exclusivamente para uso veterinário – Medicamento veterinário sujeito a receita médico-

veterinária

Direção-Geral de Alimentação e Veterinária – DSMDS

Última revisão do texto em Abril de 2013

Página 7 de 22

ROTULAGEM E FOLHETO INFORMATIVO

Direção-Geral de Alimentação e Veterinária – DSMDS

Última revisão do texto em Abril de 2013

Página 8 de 22

A. ROTULAGEM

Direção-Geral de Alimentação e Veterinária – DSMDS

Última revisão do texto em Abril de 2013

Página 9 de 22

INDICAÇÕES A INCLUIR NO ACONDICIONAMENTO SECUNDÁRIO

PÓ LIOFILIZADO

1.

NOME DO MEDICAMENTO VETERINÁRIO

CUNISER 500

Gonadotrofina sérica equina (PMSG), em pó para solução injetável

2.

DESCRIÇÃO DAS SUBSTÂNCIAS ACTIVAS E OUTRAS SUBSTÂNCIAS

Composição por frasco:

Gonadotrofina sérica equina (PMSG)…. 500 UI

3.

FORMA FARMACÊUTICA

Pó para solução injetável.

4.

DIMENSÃO DA EMBALAGEM

Pó Liofilizado: 500 UI por frasco

Cada frasco de pó liofilizado é dissolvido no volume apropriado de solvente para reconstituição

(20 ml). A concentração final de PMSG é de 25 UI/ml.

5.

ESPÉCIES-ALVO

Coelhos: Coelha reprodutora.

6.

INDICAÇÃO (INDICAÇÕES)

Indução e sincronização do estro.

7.

MODO E VIA(S) DE ADMINISTRAÇÃO

Este medicamento veterinário deve sempre ser administrado juntamente com o solvente para o

CUNISER 500.

Dissolver o pó com o solvente.

Administrar 1ml/ coelha reprodutora (equivalente a 25UI por coelha reprodutora ) por via subcutânea

ou intramuscular.

Administrar uma dose única 48 horas antes da cópula ou inseminação artificial.

Antes de utilizar, leia o folheto informativo.

8.

INTERVALO DE SEGURANÇA

Zero dias.

9.

ADVERTÊNCIA(S) ESPECIAL (ESPECIAIS), SE NECESSÁRIO

Antes de utilizar, leia o folheto informativo.

10.

PRAZO DE VALIDADE

Direção-Geral de Alimentação e Veterinária – DSMDS

Última revisão do texto em Abril de 2013

Página 10 de 22

VAL {mês/ano}

Utilizar imediatamente após reconstituição.

Direção-Geral de Alimentação e Veterinária – DSMDS

Última revisão do texto em Abril de 2013

Página 11 de 22

11.

CONDIÇÕES ESPECIAIS DE CONSERVAÇÃO

Conservar no frigorífico entre +2 e +8ºC.

12.

PRECAUÇÕES

ESPECIAIS

DE

ELIMINAÇÃO

DO

MEDICAMENTO

NÃO

UTILIZADO OU DOS SEUS DESPERDÍCIOS, SE FOR CASO DISSO

O medicamento veterinário não utilizado ou os seus resíduos devem ser eliminados de acordo com a

legislação em vigor.

13.

MENÇÃO “EXCLUSIVAMENTE PARA USO VETERINÁRIO” E CONDIÇÕES OU

RESTRIÇÕES RELATIVAS AO FORNECIMENTO E À UTILIZAÇÃO, se for caso

disso

Uso veterinário

Medicamento veterinário sujeito a receita médico-veterinária.

14.

MENÇÃO “MANTER FORA DO ALCANCE E DA VISTA DAS CRIANÇAS”

Manter fora do alcance e da vista das crianças.

15.

NOME E ENDEREÇO DO TITULAR DA AUTORIZAÇÃO DE INTRODUÇÃO NO

MERCADO

LABORATORIOS HIPRA, S.A.

Avda. la Selva, 135

17170 AMER (GIRONA)

Espanha

Representante Local:

ARBUSET, Produtos Farmacêuticos e Sanitários De Uso Animal, Lda

Portela de Mafra e Fontaínha - Abrunheira

2665 – 191 Malveira - PORTUGAL

e-mail: portugal@hipra.com

16.

NÚMERO(S) DE REGISTO DA AUTORIZAÇÃO DE INTRODUÇÃO NO MERCADO

057/01/08RFVPT

17.

NÚMERO DO LOTE DE FABRICO

Lote:

Direção-Geral de Alimentação e Veterinária – DSMDS

Última revisão do texto em Abril de 2013

Página 12 de 22

INDICAÇÕES A INCLUIR NO ACONDICIONAMENTO SECUNDÁRIO

SOLVENTE

1.

NOME DO MEDICAMENTO VETERINÁRIO

Diluente para Cuniser 500

Solvente para solução injetável

2.

DESCRIÇÃO DAS SUBSTÂNCIAS ACTIVAS E OUTRAS SUBSTÂNCIAS

Composição por frasco:

Solução tampão fosfato (PBS)…20 ml

3.

FORMA FARMACÊUTICA

Solvente para solução injetável.

4.

DIMENSÃO DA EMBALAGEM

Frasco com 20 ml.

5.

ESPÉCIES-ALVO

Coelhos: Coelha reprodutora .

6.

INDICAÇÃO (INDICAÇÕES)

Indução e sincronização do estro.

7.

MODO E VIA(S) DE ADMINISTRAÇÃO

Este solvente deve ser sempre administrado com o medicamento veterinário CUNISER 500.

Dissolver o pó com o solvente.

Administrar 1ml/ coelha reprodutora (equivalente a 25 UI por coelha reprodutora ) por via subcutânea

ou intramuscular.

Administrar um dose única 48 horas antes do acasalamento ou inseminação artificial.

Antes de utilizar, leia o folheto informativo.

8.

INTERVALO DE SEGURANÇA

Zero dias.

9.

ADVERTÊNCIA(S) ESPECIAL (ESPECIAIS), SE NECESSÁRIO

Antes de utilizar, leia o folheto informativo incluído no CUNISER 500.

10.

PRAZO DE VALIDADE

VAL {mês/ano}

Utilizar imediatamente após reconstituição.

Direção-Geral de Alimentação e Veterinária – DSMDS

Última revisão do texto em Abril de 2013

Página 13 de 22

Direção-Geral de Alimentação e Veterinária – DSMDS

Última revisão do texto em Abril de 2013

Página 14 de 22

11.

CONDIÇÕES ESPECIAIS DE CONSERVAÇÃO

Não conservar acima de 25°C.

12.

PRECAUÇÕES

ESPECIAIS

DE

ELIMINAÇÃO

DO

MEDICAMENTO

NÃO

UTILIZADO OU DOS SEUS DESPERDÍCIOS, SE FOR CASO DISSO

O medicamento veterinário não utilizado ou os seus resíduos devem ser eliminados de acordo com a

legislação em vigor.

13.

MENÇÃO “EXCLUSIVAMENTE PARA USO VETERINÁRIO” E CONDIÇÕES OU

RESTRIÇÕES RELATIVAS AO FORNECIMENTO E À UTILIZAÇÃO, se for caso

disso

Uso veterinário

Medicamento veterinário sujeito a receita médico-veterinária.

14.

MENÇÃO “MANTER FORA DO ALCANCE E DA VISTA DAS CRIANÇAS”

Manter fora do alcance e da vista das crianças.

15.

NOME E ENDEREÇO DO TITULAR DA AUTORIZAÇÃO DE INTRODUÇÃO NO

MERCADO

LABORATORIOS HIPRA, S.A.

Avda. la Selva, 135

17170 AMER (GIRONA)

Espanha

Representante Local:

ARBUSET, Produtos Farmacêuticos e Sanitários De Uso Animal, Lda

Portela de Mafra e Fontaínha - Abrunheira

2665 – 191 Malveira - PORTUGAL

e-mail: portugal@hipra.com

16.

NÚMERO(S) DE REGISTO DA AUTORIZAÇÃO DE INTRODUÇÃO NO MERCADO

057/01/08RFVPT

17.

NÚMERO DO LOTE DE FABRICO

Lote:

Direção-Geral de Alimentação e Veterinária – DSMDS

Última revisão do texto em Abril de 2013

Página 15 de 22

INDICAÇÕES

MÍNIMAS

A

INCLUIR

EM

PEQUENAS

UNIDADES

DE

ACONDICIONAMENTO PRIMÁRIO

PÓ LIOFILIZADO

1.

NOME DO MEDICAMENTO VETERINÁRIO

CUNISER 500

Gonadotrofina sérica equina (PMSG), em pó para solução injetável.

2.

COMPOSIÇÃO QUANTITATIVA DA(S) SUBSTÂNCIA(S) ACTIVA(S)

Composição por frasco:

Gonadotrofina sérica equina (PMSG)…. 500 UI

3.

CONTEÚDO EM PESO, VOLUME OU NÚMERO DE DOSES

500 UI por frasco

4.

VIA(S) DE ADMINISTRAÇÃO

Via subcutânea ou intramuscular.

Antes de utilizar, leia o folheto informativo.

5.

INTERVALO DE SEGURANÇA

Zero dias.

6.

NÚMERO DO LOTE

Lote:

7.

PRAZO DE VALIDADE

VAL:

Utilizar imediatamente após reconstitução

8.

MENÇÃO “EXCLUSIVAMENTE PARA USO VETERINÁRIO”

USO VETERINÁRIO

Medicamento veterinário sujeito a receita médico-veterinária.

Nome e endereço do titular de AIM, do laboratório produtor e do titular da autorização de fabrico

responsável pela libertação do lote:

LABORATÓRIOS HIPRA, S.A.

Avda. la Selva, 135

17170 AMER (GIRONA) ESPANHA

Nome e endereço do representante legal e distribuidor:

ARBUSET, Produtos Farmacêuticos e Sanitários De Uso Animal, Lda

Portela de Mafra e Fontaínha - Abrunheira

Direção-Geral de Alimentação e Veterinária – DSMDS

Última revisão do texto em Abril de 2013

Página 16 de 22

2665 – 191 MALVEIRA - PORTUGAL

Direção-Geral de Alimentação e Veterinária – DSMDS

Última revisão do texto em Abril de 2013

Página 17 de 22

INDICAÇÕES

MÍNIMAS

A

INCLUIR

EM

PEQUENAS

UNIDADES

DE

ACONDICIONAMENTO PRIMÁRIO

DILUENTE

1.

NOME DO MEDICAMENTO VETERINÁRIO

DILUENTE para CUNISER 500

Solvente para solução injetável

2.

COMPOSIÇÃO QUANTITATIVA DA(S) SUBSTÂNCIA(S) ACTIVA(S)

Composição por frasco:

Solução tampão fosfato (PBS).............20 ml

3.

CONTEÚDO EM PESO, VOLUME OU NÚMERO DE DOSES

20 ml

4.

VIA(S) DE ADMINISTRAÇÃO

Via subcutânea ou intramuscular.

Antes de utilizar, leia o folheto informativo incluído no CUNISER 500.

5.

INTERVALO DE SEGURANÇA

Zero dias.

6.

NÚMERO DO LOTE

Lote:

7.

PRAZO DE VALIDADE

VAL:

8.

MENÇÃO “EXCLUSIVAMENTE PARA USO VETERINÁRIO”

USO VETERINÁRIO

Medicamento veterinário sujeito a receita médico-veterinária.

Nome e endereço do titular de AIM, do laboratório produtor e do titular da autorização de fabrico

responsável pela libertação do lote:

LABORATÓRIOS HIPRA, S.A.

Avda. la Selva, 135

17170 AMER (GIRONA) ESPANHA

Nome e endereço do representante legal e distribuidor:

ARBUSET, Produtos Farmacêuticos e Sanitários De Uso Animal, Lda

Portela de Mafra e Fontaínha - Abrunheira

Direção-Geral de Alimentação e Veterinária – DSMDS

Última revisão do texto em Abril de 2013

Página 18 de 22

2665 – 191 MALVEIRA - PORTUGAL

Direção-Geral de Alimentação e Veterinária – DSMDS

Última revisão do texto em Abril de 2013

Página 19 de 22

B. FOLHETO INFORMATIVO

Direção-Geral de Alimentação e Veterinária – DSMDS

Última revisão do texto em Abril de 2013

Página 20 de 22

FOLHETO INFORMATIVO

CUNISER 500

Gonadotrofina sérica equina (PMSG), em pó e solvente para solução injetável

1.

NOME E ENDEREÇO DO TITULAR DA AUTORIZAÇÃO DE INTRODUÇÃO NO

MERCADO E DO TITULAR DA AUTORIZAÇÃO DE FABRICO RESPONSÁVEL

PELA LIBERTAÇÃO DO LOTE, SE FOREM DIFERENTES

Nome e endereço do titular de AIM, do laboratório produtor e do titular da autorização de fabrico

responsável pela libertação do lote:

LABORATÓRIOS HIPRA, S.A.

Avda. la Selva, 135

17170 AMER (GIRONA) ESPANHA

Representante Local:

ARBUSET, Produtos Farmacêuticos e Sanitários De Uso Animal, Lda

Portela de Mafra e Fontaínha - Abrunheira

2665 – 191 Malveira - PORTUGAL

e-mail: portugal@hipra.com

2.

NOME DO MEDICAMENTO VETERINÁRIO

CUNISER 500

Gonadotrofina sérica equina (PMSG) em pó e solvente para solução injetável

3.

DESCRIÇÃO DA(S) SUBSTÂNCIA(S) ACTIVA(S) E OUTRA(S) SUBSTÂNCIA(S)

CUNISER 500 é um pó liofilizado branco contendo 500 UI de Gonadotrofina sérica equina(PMSG).

Excipientes: Dihidrogenofosfato de potássio, hidrogenofosfato dissódico dodeca-hidratado, manitol,

povidona, simeticone.

Solvente: 20 ml de solução tampão fosfato (PBS). Incolor, transparente, líquido.

4.

INDICAÇÃO (INDICAÇÕES)

Coelhos: Coelha reprodutora: Indução e sincronização do estro.

A PMSG estimula o aumento do número e proliferação dos folículos. Da mesma maneira, estimula o

crescimento e maturação dos folículos ováricos e formação do corpo lúteo. Tudo isto vai levar a uma

maior produção de estrogénios e consequente acentuação do comportamento sexual das coelhas

tratados.

5.

CONTRA-INDICAÇÕES

Não administrar em caso de hipersensibilidade à substância activa ou a algum dos excipientes .

Não administrar a coelha reprodutora com ovários poliquísticos.

Direção-Geral de Alimentação e Veterinária – DSMDS

Última revisão do texto em Abril de 2013

Página 21 de 22

6.

REACÇÕES ADVERSAS

Em casos raros podem aparecer erupções ou choque anafiláctico pouco tempo após a administração

da dose habitual. Nesse caso, administrar uma injeção de adrenalina ou corticóides por via intravenosa

ou intramuscular quando surgirem os primeiros sintomas.

Caso detecte efeitos graves ou outros efeitos não mencionados neste folheto, informe o médico

veterinário.

7.

ESPÉCIES-ALVO

Coelhos: Coelha reprodutora .

8.

DOSAGEM EM FUNÇÃO DA ESPÉCIE, VIA(S) E MODO DE ADMINISTRAÇÃO

Este medicamento veterinário deve sempre ser administrado juntamente com o solvente para o

CUNISER 500.

Via subcutânea ou intramuscular.

Dissolver o pó liofilizado numa pequena quantidade de solvente. Misturar até obter uma solução

homogénea. Introduzir esta solução no frasco que contém o restante solvente e misturar até completa

dissolução. A concentração final de PMSG é 25 UI/ml.

Coelhos: coelha reprodutora : administrar 1 ml/ coelha reprodutora (equivalente a 25 UI por coelha

reprodutora ).

Administrar uma dose 48 horas antes do acasalamento ou inseminação artificial.

9.

INSTRUÇÕES COM VISTA A UMA UTILIZAÇÃO CORRECTA

Uma sobredosagem pode dar origem a superovulações e/ou gestações com um elevado número de

crias. Isto implica um aumento da taxa de mortalidade embrionária e neonatal. Para além disso, a

longo prazo, pode causar a síntese de anticorpos anti-PMSG.

excessiva concentração de

PMSG

iria prolongar

presença

do antro e/ou

folículos pré-

ovulatórios que podem levar a quistos ováricos.

10.

INTERVALO DE SEGURANÇA

Zero dias.

11.

PRECAUÇÕES ESPECIAIS DE CONSERVAÇÃO

Manter fora do alcance e da vista das crianças.

Conservar no frigorífico 2 ºC - 8ºC

Utilizar imediatamente após reconstituição.

Não utilizar depois de expirado o prazo de validade indicado no rótulo.

12.

ADVERTÊNCIA(S) ESPECIAL(AIS)

Ajustar a dose. Uma dose mais elevada de PMSG não aumenta a eficácia do medicamento veterinário.

O medicamento veterinário deve ser administrado com precaução.

Não utilizar durante toda a gestação

No caso de contacto com os olhos ou a pele, lavar com água

abundante durante alguns minutos.

Em caso de auto-injeção acidental, dirija-se imediatamente a um médico e mostre-lhe o folheto

informativo ou o rótulo.

Direção-Geral de Alimentação e Veterinária – DSMDS

Última revisão do texto em Abril de 2013

Página 22 de 22

13.

PRECAUÇÕES

ESPECIAIS

DE

ELIMINAÇÃO

DO

MEDICAMENTO

NÃO

UTILIZADO OU DOS SEUS DESPERDÍCIOS, SE FOR CASO DISSO

Os medicamentos não devem ser eliminados no lixo ou esgotos domésticos.

Pergunte ao seu médico veterinário como deve eliminar os medicamentos que já não são necessários.

Estas medidas contribuem para a protecção do ambiente.

14.

DATA DA ÚLTIMA APROVAÇÃO DO FOLHETO INFORMATIVO

Abril 2013

15.

OUTRAS INFORMAÇÕES

Embalagem unitária:

1 caixa de cartão com 1 frasco de CUNISER 500

1 caixa de cartão com 1 frasco de diluente para CUNISER 500 (solução tampão fosfato, PBS)

Embalagem clínica:

1 caixa de cartão contendo 10 frascos de CUNISER 500

1 caixa de cartão contendo 10 frascos de diluente para CUNISER 500 (solução tampão fosfato, PBS)

É possível que não sejam comercializadas todas as apresentações.

Exclusivamente para uso veterinário

Medicamento veterinário sujeito a receita médico-veterinária.

Produtos Similares

Pesquisar alertas relacionados a este produto

Ver histórico de documentos

Compartilhe esta informação